A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Creating default object from empty value

Filename: models/publicacao_item.php

Line Number: 20

VALIDADE E CONFIABILIDADE DA ESCALA DE MANCHESTER APLICADA NO... » Isaúde
  Pesquisar Publicações Científicas  
  Especialidade: carregando especialidades...  Carregando...
Nome da revista:   Volume:   Número:
Acta Ortopédica Brasileira
0000-00-00 00:00:00

VALIDADE E CONFIABILIDADE DA ESCALA DE MANCHESTER APLICADA NO PRONTO-SOCORRO ORTOP?DICO

Descrição: ABSTRACT Objectives: To describe the clinical utility of the Manchester triage scale adapted for orthopedic emergency departments and to evaluate its validity in identifying patients with the need for hospital care and its reliability when reproduced by different professionals. Methods: Five triage flowcharts were developed based on the Manchester scale for the following orthopedic disorders: traumatic injuries, joint pain, vertebral pain, postoperative disorders, and musculoskeletal infections. A series of patients triaged by two orthopedists was analyzed to assess the concordance between the evaluators (reliability) and the validity of the Manchester scale as predictive of severity. Results: The reliability analysis included 231 patients, with an inter-observer agreement of 84% (Kappa = 0.77, p <0.001). The validity analysis included 138 patients. The risk category had a strong association with the need for hospital care in patients with trauma (OR = 6.57, p = 0.001) and was not significant for non-traumatic disorders (OR = 2.42; p = 0.208). The overall sensitivity and specificity were 64% and 76%, respectively. Conclusion: The evaluated system presented high reliability. Its validity was adequate, with good sensitivity for identifying patients requiring hospital care among those with traumatic lesions. However, the sensitivity was low for patients with non-traumatic lesions. Level of Evidence III, Retrospective Study.RESUMO Objetivos: Descrever a utiliza??o cl?nica da escala de triagem de Manchester adaptada ao pronto-socorro ortop?dico e avaliar sua validade para detectar pacientes com necessidade de cuidados hospitalares e sua confiabilidade quando reproduzida por diferentes profissionais. M?todos: Cinco fluxogramas de triagem foram desenvolvidos com base na escala de Manchester: les?es traum?ticas, dor articular, dor vertebral, transtorno p?s-operat?rio e infec??o musculoesquel?tica. Uma s?rie de pacientes triados por dois ortopedistas foi analisada para avalia??o da concord?ncia entre os avaliadores (confiabilidade) e sua validade como preditivo de gravidade. Resultados: A avalia??o da confiabilidade incluiu 231 pacientes, com concord?ncia inter-observadores de 84% (Kappa = 0,77; p <0,001). A an?lise da validade incluiu 138 pacientes. A classifica??o de risco apresentou forte associa??o com a necessidade de cuidados hospitalares em pacientes com trauma (OR = 6,57; p = 0,001), n?o sendo significativa nos transtornos n?o-traum?ticos (OR = 2,42; p = 0,208). A sensibilidade geral foi de 64% e a especificidade de 76%. Conclus?o: O sistema avaliado apresentou alta confiabilidade. Sua validade foi adequada, com boa sensibilidade para detectar pacientes com necessidade de procedimentos hospitalares em les?es traum?ticas, enquanto a sensibilidade foi baixa em pacientes com les?es n?o-traum?ticas. N?vel de Evid?ncia III, Estudo Retrospectivo.

Volume: 0


Mais informações

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.