A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Creating default object from empty value

Filename: models/publicacao_item.php

Line Number: 20

Análise do ponto de ruptura na cicatrização de anastomose intestinal... » Isaúde
  Pesquisar Publicações Científicas  
  Especialidade: carregando especialidades...  Carregando...
Nome da revista:   Volume:   Número:
Acta Cirurgica Brasileira
2010-08-19 08:27:50

Análise do ponto de ruptura na cicatrização de anastomose intestinal em ratos tratados com óleo de Copaíba (Copaifera Iangsdorfii) puro

Descrição: PURPOSE: Analyze the mechanical strength of digestive tract scar after intestinal anastomosis surgery in animals treated with pure Copaíba oil. METHODS: 60 Wistar rats, male, about 250 days old and weighting around 350g were used. The rats were randomly divided into two groups: Group O, with 30 animals that received Copaíba oil and Group C, with 30 animals that received saline. Each group was subdivided into three subgroups, containing 10 rats each. They were designated O7, O14, O28, C7, C14 and C28, according to the post-operative assessment date at 7, 14 and 28 days, respectively. On these dates euthanasia was performed with the removal of the bowel segment containing the anastomosis and assigning the samples to tensile test for assessing Maximum Stress, Maximum Tensile Strength and Maximum Rupture Strength. RESULTS: On the three variables of the study, the results indicate that, for the three assessment periods (7, 14 and 28 days) there was no significant difference between the oil and control groups. CONCLUSION: For the mechanical tests proposed by this study, Copaíba oil didn ´t show any effectiveness in increasing the anatomosis strength.OBJETIVO: Analisar a resistência mecânica da cicatriz do tubo digestivo, após cirurgia de anastomose intestinal em animais tratados com óleo da Copaíba puro. MÉTODOS: Foram utilizados 60 ratos Wistar, machos, com cerca de 250 dias e peso médio de 350g. Os ratos foram divididos aleatoriamente em dois grupos: Grupo O, com 30 animais, que receberam óleo da Copaíba e Grupo C, com 30 animais, que receberam solução fisiológica. Cada grupo foi subdividido em três subgrupos, contendo 10 ratos cada. Suas denominações foram O7, O14, O28, C7, C14 e C28, segundo o tempo de avaliação pós-operatória em 7, 14 e 28 dias, respectivamente. Nessas datas foi realizada a eutanásia com a retirada do segmento intestinal contendo a anastomose, destinando as amostras ao teste de tração para a apreciação da Tensão Máxima, Força Máxima de Tração e Força Máxima de Ruptura. RESULTADOS: Nas três variáveis do estudo, os resultados indicam que, para os três momentos de avaliação (7, 14 e 28 dias) não houve diferença significativa entre os grupos óleo e controle. CONCLUSÃO: Para os testes mecânicos a que este estudo se propôs o óleo de Copaíba não se mostrou eficaz em aumentar a resistência da anatomose.

Volume: 0


Mais informações

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.