A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Creating default object from empty value

Filename: models/publicacao_item.php

Line Number: 20

Infecção experimental com Escherichia coli enteropatogênicas,... » Isaúde
  Pesquisar Publicações Científicas  
  Especialidade: carregando especialidades...  Carregando...
Nome da revista:   Volume:   Número:
Acta Cirurgica Brasileira
2011-04-04 17:27:25

Infecção experimental com Escherichia coli enteropatogênicas, identificadas por PCR utilizando cápsulas com revestimento entérico em filhotes da raça boxer

Descrição: PURPOSE: To verify the possibility of an experimental infection with enteropathogenic Escherichia coli and to confirm by PCR that the symptoms manifested after infection were due to the virulence factors of the studied bacteria. METHODS: Experimental units were 14 healthy pups of Boxer breed, aged 60 days. The animals were divided into three groups. One animal from each litter was included in a control group and the remaining animals were divided into two groups: one inoculated with strain 4083, and another one inoculated with strain SPA14. Gelatinous capsules coated with enteric-coating solution were used for the inoculation of strains. E. coli isolation from feces was performed for all tested animals, and the extracted DNA was subjected to Polymerase Chain Reaction (PCR). RESULTS: All infected animals presented diarrhea and had the gene eae amplified by PCR. CONCLUSION: The efficiency of PCR for the studied strains indicates that this technique can be recommended for the diagnosis of enteropathogenic Escherichia coli as a differential from other pathogens causing diarrhea. It may also be used in the future to verify whether other virulence factors (bfpA gene and EAF plasmid) persist after infection and to assess the pathogenicity of these bacteria.OBJETIVO: Verificar a possibilidade de uma infecção experimental com Escherichia coli enteropatogênicas e confirmar por PCR que os sintomas manifestados após a infecção foram decorrentes dos fatores de virulência da bactéria estudada. MÉTODOS: As unidades experimentais foram 14 filhotes saudáveis com idade de 60 dias da raça Boxer. Os animais foram divididos em três grupos, sendo um controle de cada ninhada e o restante dividido em dois grupos, um de animais inoculados com a cepa 4083 e o outro de animais inoculados com a cepa SPA14. Para inoculação das cepas, utilizaram-se cápsulas gelatinosas revestidas com solução de revestimento entérico. O isolamento de E. coli das fezes foi realizado em todos os animais testados, e o DNA extraído foi submetido à técnica de PCR. RESULTADOS: Todos os animais infectados apresentaram diarréia e tiveram a gene eae amplificado por meio de PCR. CONCLUSÃO: Através da eficiência da PCR das amostras, a técnica seria recomendada para diagnóstico da Escherichia coli enteropatogênicas como diferencial de outros patógenos que causam diarréia, e, no futuro, verificar se outros fatores de virulência (gene bfpA e plasmídeo EAF) permaneceriam após a infecção, podendo avaliar a patogenicidade das EPEC.

Volume: 0


Mais informações

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.