Ciência e Tecnologia
publicado em 11/08/2010 às 16h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/UCLA
Foto: Divulgação/UCLA
Foto: Divulgação/UCLA
Imagem de células contendo amostras de medicação contra o câncer e a sua atuação nas células Imagem do microscópio de elétrons das nanopartículas de sílica magnéticas do núcleo. Os nanocristais magnéticos estão situados no centro das nanopartículas de sílica Nanopartículas (verde), ocupadas por células do câncer de mama
  « Anterior
Próxima »  
Imagem de células contendo amostras de medicação contra o câncer e a sua atuação nas células
Imagem do microscópio de elétrons das nanopartículas de sílica magnéticas do núcleo. Os nanocristais magnéticos estão situados no centro das nanopartículas de sílica
Nanopartículas (verde), ocupadas por células do câncer de mama

Cientistas do NanoSystems Institute, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e da Yonsei University, na Coréia do Sul, desenvolveram um método inovador, que permite que nano máquinas liberem fármacos no interior de células vivas de câncer quando ativadas, remotamente, por um campo magnético oscilante.

O novo sistema, o primeiro a utilizar uma classe de nano materiais porosos conduzidos por um núcleo magnético, tem o potencial de melhorar a entrega de medicamentos e a ressonância magnética usada no tratamento de câncer e outras doenças.

Nos últimos tempos, a investigação do câncer tem cada vez mais focado no desenvolvimento de terapias que, ao contrário da quimioterapia, atinjam apenas as células do câncer, deixando as células saudáveis ilesas. Para esse efeito, os cientistas criaram nano máquinas que podem aprisionar moléculas de droga e liberá-las através de poros diretamente nas células cancerosas individuais, em resposta a um estímulo.

Embora muitos métodos tenham sido criados para controlar como e quando os poros carregam e descarregam as drogas, para aplicações terapêuticas, um procedimento externo e não invasivo de ativação é preferível para resultados mais eficazes.

O novo método foi desenvolvido pelos grupos de pesquisa de Jeffrey Zink, nos Estados Unidos e por Cheon Jinwoo, na Coréia.

"A capacidade de fornecer drogas anti-câncer apenas às células cancerígenas sem afetar as células saudáveis é de primordial importância", disse Cheon.

O próximo passo da pesquisa será analisar os efeitos in vivo para determinar se podemos usar isso para oferecer um controle preciso da localização dos medicamentos entregues. O objetivo final será desenvolver esse sistema para ter aplicabilidade no tratamento de pacientes com câncer.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
entrega de drogas    células doentes    nano máquinas magnéticas    Jeffrey Zink    Universidade da Califórnia   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.