Ciência e Tecnologia
publicado em 17/07/2010 às 19h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Biocell
Pesquisadores indicam como a I3C afeta tanto as células cancerosas, quanto as normais
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadores indicam como a I3C afeta tanto as células cancerosas, quanto as normais

Um estudo, realizado por pesquisadores da Ohio State University Comprehensive Cancer Center, do Arthur G. James Cancer Hospital e do Richard J. Solove Research Institute (OSUCCC-James), descobriu como suplemento dietético pode bloquear células cancerosas.

As pesquisas mostram que a substância indol-3-carbinol (I3C), produzida a partir do consumo de brócolis e couve de Bruxelas, pode ter efeitos anticancerígenos e outros benefícios. Os resultados indicam como a I3C afeta tanto as células cancerosas, quanto as normais.

O estudo foi realizado em animais de laboratório e descobriu uma conexão entre a I3C e um molécula, denominada Cdc25A, essencial para a divisão celular. A I3C provoca a destruição dessa molécula, bloqueando o crescimento das células de câncer, como o de mama.

Segundo Xianghong Zou, líder do estudo e professor adjunto de patologia na The Ohio State University Medical Center, a " Cdc25A está presente em níveis, anormalmente, elevados em cerca de metade dos casos de câncer de mama e está associada com um prognóstico pobre" .

A molécula também ocorre em níveis anormais nos cânceres de próstata, fígado, esôfago, endométrio e cólon e no linfoma não-Hodgkin, além de outras doenças, como o Alzheimer.

"Por esta razão, um número de agentes anti-Cdc25 foram identificados, mas eles não foram bem sucedidos para a prevenção ou tratamento de câncer devido a preocupações com sua segurança ou eficácia", disse Zou.

O pesquisador explica que a I3C pode ter efeitos importantes nas células cancerosas e "uma melhor compreensão deste mecanismo pode levar ao uso deste suplemento alimentar como uma estratégia segura e eficaz para o tratamento de uma variedade de cancros e outras doenças humanas associadas à superexpressão de Cdc25A" .

Para realizar este estudo, Zou e seus colegas expuseram três linhas de células de câncer de mama para I3C. Os experimentos mostraram que a substância causou a destruição de Cdc25A, além de indicar o local específico em que a molécula torno-se suscetível a I3C (local-chave). Por fim, os pesquisadores testaram a eficácia do suplemento nos tumores de mama em ratos. Quando administrada oralmente, a substância provocou uma redução de até 65% do tumor. Os resultados só não foram satisfatórios em células de tumores em que a molécula de Cdc25A apresentavam alguma mutação no local chave.

Os resultados do estudo foram publicados no jornal Cancer Prevention Research.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Câncer    Suplemento alimentar    I3C    Molécula de Cdc25A   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Câncer    suplemento alimentar    I3C    molécula de Cdc25A   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.