Geral
publicado em 08/07/2010 às 22h39:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Dados da Secretaria Municipal de Saúde de Ponta Grossa (PR) mostram que, em 2008, foram feitas no município 329 laqueadura e 110 vasectomias. Em 2009, foram 213 laqueaduras e 134 vasectomias. Porém, de janeiro até abril deste ano já foram feitas apenas 86 laqueaduras e 49 vasectomias. Hoje não há, conforme os registros da Secretaria Municipal de Saúde, fila de espera para essas intervenções. As 137 mulheres que aguardam pela cirurgia são gestantes que devem ser operadas três meses após o parto.

O município de Ponta Grossa (PR), através do Programa de Planejamento Familiar oferece às famílias que optam, gratuitamente, não terem mais filhos, vários métodos contraceptivos. Quem não se adequa a nenhum desses tratamentos, o município dispõe de cirurgias irreversíveis como laqueadura e vasectomia.

De acordo com Vivian Moraes, da Gerencia do Centro Municipal da Mulher, hoje existem vários métodos que impedem a gravidez, que são oferecidos gratuitamente à população, que incluem pílulas contraceptivas, camisinhas, dispositivos intra-uterinos (DIU), e em alguns casos, as cirurgias - que são irreversíveis. Vivian explica que para o processo de laqueadura ou vasectomia, o paciente deve procurar uma Unidade Básica de Saúde próxima ao local onde mora, e onde será feita a primeira triagem, pela equipe de enfermagem, com o preenchimento de um questionário. Em seguida o paciente é encaminhado a uma assistente social, depois para uma psicóloga, para entrevistas. Depois de todos os processos - se aprovados - a mulher é direcionada para o Hospital Evangélico e o homem para o Centro de Especialidades. "É importante que o casal participe junto de todos os processos, a decisão deve ser feita conscientemente já que na laqueadura a cirurgia pelo SUS é irreversível", explica Vivian.

Todas as etapas até a cirurgia levam em torno de três meses, e para que a operação seja concluída, o paciente tem que adequar-se ao protocolo do Ministério da Saúde que autoriza a cirurgia de laqueadura para mulheres com mais de 25 anos, que tenha dois filhos (vivos), desde que haja concordância do marido. Em caso de candidatas com menos de 25 anos, a intervenção só é feita com indicação médica específica. E, no caso dos homens, a idade mínima é de 25 anos.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Laqueadura    Vasectomia    Método contraceptivo    Planejamento familiar    Ponta Grossa    Paraná   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
laqueadura    vasectomia    método contraceptivo    Planejamento familiar    Ponta Grossa    Paraná   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.