Ciência e Tecnologia
publicado em 05/05/2010 às 20h30:00
   Dê o seu voto:

Estudo oferece novos dados sobre a imunidade natural contra o HIV

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/MIT
Ampliação de amostras do vírus da Aids ataca células saudáveis do organismo humano
  « Anterior
Próxima »  
Ampliação de amostras do vírus da Aids ataca células saudáveis do organismo humano

No final de 1990, pesquisadores mostraram que uma elevada percentagem das pessoas naturalmente imunes ao HIV é portadora de um gene chamado HLA B57. Agora, uma equipe de pesquisadores do Hospital Geral de Massachusetts e da Universidade de Harvard revelou um novo efeito que contribui para a capacidade deste gene de conferir imunidade.

O grupo de investigação, liderada pelo professor Arup Chakraborty e pelo professor Bruce Walker descobriu que o gene HLA B57 faz com que o corpo produza mais células T assassinas potentes, glóbulos brancos que ajudam a defender o organismo de invasores infecciosos.

Os pacientes com o gene têm um número maior de células T que se ligam mais fortemente aos pedaços da proteína do HIV. Isso torna as células T mais propensas a reconhecer as células que expressam as proteínas do vírus, incluindo as versões mutantes que surgem durante a infecção. Este efeito contribui para um maior controle da infecção por HIV, mas também torna as pessoas mais suscetíveis a doenças auto-imunes, em que as células T atacam as próprias células do organismo.

"Este novo conhecimento pode ajudar os pesquisadores a desenvolverem vacinas que provocam a mesma resposta ao HIV que ocorre com os indivíduos que possuem HLA B57", disse Walker.

O novo estudo mostra que os indivíduos com o gene HLA B57 produzem um maior número de células T assassinas que apresentam reação cruzada, o que significa que podem atacar mais de um tipo de proteína associada com o HIV, incluindo as que sofrem mutação.

A descoberta oferece a esperança de uma vacina para ajudar a tirar as células T com reatividade cruzada em pessoas que não têm o gene HLA B57. "Não é que eles não tenham reação cruzada células T. Eles têm, mas elas são muito mais raras, e nós pensamos que elas poderiam ser induzidas em ação com a vacina certa", disse Chakraborty.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   HIV    Gene HLA B57    Imunidade natural    Hospital Geral de Massachusetts    Arup Chakraborty   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Estudo oferece novos dados sobre a imunidade natural contra o HIV
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Estudo oferece novos dados sobre a imunidade natural contra o HIV


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
HIV    gene HLA B57    imunidade natural    Hospital Geral de Massachusetts    Arup Chakraborty   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.