Ciência e Tecnologia
publicado em 04/05/2010 às 16h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Univ. de Essex
Foto: Divulgação/Univ. de Essex
Imagem da Universidade de Essex Wivenhoe Park Campus, que capta a essência da pesquisa O professor Jules Pretty, da Universidade de Essex
  « Anterior
Próxima »  
Imagem da Universidade de Essex Wivenhoe Park Campus, que capta a essência da pesquisa
O professor Jules Pretty, da Universidade de Essex

Apenas uma pequena dose de natureza todos os dias beneficia o humor das pessoas, a auto-estima e a saúde mental, de acordo com um novo estudo da Universidade de Essex. A pesquisa constatou que apenas cinco minutos de exercício em meio ao verde produziu um elevado impacto positivo.

Os pesquisadores afirmaram que estudos anteriores confirmaram a ligação entre a natureza, o exercício em ambientes verdes e os benefícios à saúde. Mas que este estudo é o primeiro a quantificar os benefícios de saúde em termos da melhor "dose" de natureza.

A análise de 1.252 pessoas (de diferentes idades, sexo e estado de saúde mental), extraídos de dez estudos existentes no Reino Unido, mostrou que a atividade na presença da natureza (exercício verde) levou a melhorias na saúde física e mental. As atividades analisadas foram a caminhada, a jardinagem, o ciclismo, a pesca, a canoagem, a equitação e a agricultura.

"Pela primeira vez na literatura científica, nós temos sido capazes de mostrar as relações entre a dose de exercício e os efeitos positivos da natureza sobre a saúde mental humana", disse a professora Jules Pretty.

Os pesquisadores concluíram que o exercício verde deve ser desenvolvido para fins de terapia (tratamento verde), que os arquitetos devem melhorar o acesso ao espaço verde e que a aprendizagem das crianças deve incluir trabalhos em ambientes ao ar livre (educação verde).

"Há um grande benefício potencial para os indivíduos, para a sociedade e para os custos do serviço de saúde se todos os grupos de pessoas foram se automedicar com um exercício mais verde", explicou Jo Barton.

A maior mudança aconteceu na saúde dos jovens com distúrbios mentais, apesar de todas as idades e grupos sociais terem se beneficiado. Todos os ambientes naturais foram benéficos (incluindo o verde urbano), embora a presença de água tenha gerado maiores efeitos.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Exercício verde    Tratamento verde    Natureza    Jules Pretty    Jo Barton    Universidade de Essex   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
exercício verde    tratamento verde    natureza    Jules Pretty    Jo Barton    Universidade de Essex   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.