Saúde Pública
publicado em 20/04/2010 às 20h40:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Gov. de MG
Mulher realiza acompanhamento pré-natal com especialista
  « Anterior
Próxima »  
Mulher realiza acompanhamento pré-natal com especialista

Em seis anos, o Sistema Único de Saúde (SUS) ampliou de forma expressiva o acesso das brasileiras a atendimentos de saúde sexual e reprodutiva. O número de consultas de pré-natal atingiu 19,4 milhões em 2009 - aumento de 125% em relação a 2003, quando foram registradas 8,6 milhões. Já a cobertura de planejamento familiar atingiu todos os municípios brasileiros - alcançando 4,3 milhões de mulheres a mais, no período de 2003 a 2008.

" Uma das causas está relacionada a ampliação do número de equipes de Saúde da Família que passou de 19 mil em 2003 para 30,3 mil em 2009 e ao conseqüente aumento da população coberta, que cresceu de 35% para 50% no mesmo período. Uma das atribuições das equipes é realizar o exame pré-natal" , explica a diretora substituta do Departamento de Atenção Básica, Elisabeth Wartchow.

O aumento da assistência pré-natal contribui com a melhoria nas condições da gestação, da própria mãe e do recém-nascido.

A Organização Mundial de Saúde recomenda às gestantes, a realização de, pelo menos, seis consultas de pré-natal. Esse acompanhamento médico permite identificar possíveis riscos à saúde da mulher - como diabetes e hipertensão arterial e repercussão de doenças no bebê. Segundo a mais recente Pesquisa Nacional sobre Demografia e Saúde (PNDS-2006), 74% das gestantes acompanhadas pelo SUS tiveram cerca de seis consultas de pré-natal. "É um controle cujo resultado vai refletir na maior qualidade do parto, da vida da mãe e da saúde da criança" , analisa o diretor do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas do Ministério da Saúde, José Luiz Telles.

Planejamento Familiar

Em 2008, o acesso a métodos contraceptivos alcançou todos os municípios brasileiros - 5.563, totalizando mais de 34,5 milhões de usuárias do SUS de 10 a 49 anos. Cinco anos antes, a população-alvo era de 30,2 milhões de mulheres em 4.920 cidades. Esse avanço na cobertura foi possível, porque o Ministério da Saúde triplicou o investimento em planejamento familiar nos últimos cinco anos. Foram aplicados R$ 35,1 milhões na compra de medicamentos e itens anticoncepcionais, em 2008, contra 10,2 milhões em 2003.

Além de preservativos e pílulas, as mulheres continuam recorrendo aos postos de saúde em busca de outros métodos contraceptivos. Uma prova é que o número de atendimentos para fornecimento e implantação de DIU e de diafragma cresceu 33,6% entre 2003 a 2009. O número passou de 142.932 para 191.034 nesse período.

A expansão do planejamento familiar no SUS tem impacto direto na vida das brasileiras. Com esta ação, caiu a quantidade de gravidez indesejada no País. " A mulher tem o direito de escolher se quer ou não engravidar. A opção pelo uso do anticoncepcional garante a ela, o total controle sobre seu corpo e sua saúde" .

Como consequência do maior acesso a métodos contraceptivos, a quantidade de abortos em condições inseguras sofreu uma redução. De 2003 a 2009, caiu em 15% o número de procedimentos de curetagem feitos no SUS em mulheres sofrendo complicações decorrentes do abortamento - espontâneo ou provocado. No ano passado, foram 200,6 mil operações como essa na rede pública. Em 2003, foram registrados 236,4 procedimentos.

Fonte: MINISTÉRIO DA SAÚDE
   Palavras-chave:   Pré-Natal    Saúde Reprodutiva    Saúde Sexual    SUS    OMS    Ministério da Saúde   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Pré-Natal    Saúde Reprodutiva    Saúde Sexual    SUS    OMS    Ministério da Saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.