Ciência e Tecnologia
publicado em 27/03/2010 às 11h15:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Mark A. Philbrick/BYU
Mãe e filhos em momentos de descontração e divertimento
  « Anterior
Próxima »  
Mãe e filhos em momentos de descontração e divertimento

Uma nova pesquisa da Universidade de Reading, revelou que as crianças, principalmente os meninos, que têm uma relação insegura com suas mães nos primeiros anos de vida têm mais problemas de comportamento durante a infância.

A pesquisa realizada por Pasco Fearon, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Linguagem, analisou 69 estudos que envolveram cerca de 6 mil crianças com idade entre 12 anos e mais jovens.

A qualidade da relação entre crianças e seus pais é importante para o desenvolvimento emocional, mas pesquisas anteriores abordando o apego e o desenvolvimento têm sido inconsistentes. A diversidade de estudos anteriores dificultou a obtenção de uma imagem clara. No entanto, esta nova análise foi capaz de reunir evidências de pesquisas anteriores para responder a uma série de questões científicas em torno do afeto.

Segundo a teoria do apego, as crianças com relações seguras esperam e recebem apoio e conforto de seus responsáveis. Em contraste, as crianças com relações de apego inseguras têm pedidos desanimados, rejeitados ou respondem de forma inconsistente, o que pode torná-los vulneráveis a desenvolver problemas comportamentais.

A nova pesquisa procurou esclarecer em que medida os laços entre as crianças e suas mães, no início da vida, afetam as crianças, promovendo problemas de comportamento, como agressividade ou hostilidade. Os estudos incluíram uma variedade de métodos para avaliar crianças com problemas de comportamento, incluindo questionários das mães e de professores e também as observações diretas.

"A questão central que nós colocamos é que a insegurança no apego foi associada com problemas de comportamento em todos os estudos realizados até à data. Os resultados mostraram claramente que a resposta a esta pergunta é sim" , explicou Fearon. "Mais especificamente, nossa análise mostrou que as crianças com relações inseguras com suas mães, especialmente os meninos, tinham significativamente mais problemas de comportamento, mesmo quando os problemas de comportamento foram medidos anos mais tarde".

O estudo recomenda ainda a necessidade de estudos terapêuticos enfocados no apego e de mais pesquisas sobre a importância do vínculo entre as crianças e seus pais.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
relação mãe e filho    desenvolvimento emocional    apego    Pasco Fearon    Universidade de Reading   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.