Ciência e Tecnologia
publicado em 24/03/2010 às 23h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Univ. Duke
Pesquisadores da Universidade Duke realizam estudo em laboratório
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadores da Universidade Duke realizam estudo em laboratório

De acordo com um estudo da Universidade Duke muitas crianças que apresentam problemas de atenção elevados em uma série escolar não demonstram esses problemas no ano seguinte, em uma nova sala de aula. Os resultados ressaltam a importância de reavaliar anualmente crianças com diagnóstico de distúrbios de atenção, tais como o déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) para evitar tratá-los com problemas que já não são evidentes.

A pesquisa analisou três amostras independentes de crianças do ensino fundamental. Dois grupos - 27 alunos da primeira série e 24 crianças da quarta série, respectivamente - consistiram de crianças classificadas como altamente desatentas por seu professor, mas que não tinham um diagnóstico de TDAH formal. A terceira amostra consistiu de 28 crianças das séries iniciais até a quarta que tinham sido diagnosticados com TDAH.

Em cada amostra, as avaliações de professores sobre os sintomas de desatenção foram concluídas em anos sucessivos - aproximadamente cerca de 12 a 14 meses de distância - para que a estabilidade das taxas clinicamente elevados pudessem ser avaliadas de uma série para outra.

Em todas as três amostras a classificação clinicamente elevada persistiu em cerca de 50% das crianças, enquanto que entre os 25 e 50 % tiveram classificações que ficaram dentro da normalidade. Especialmente preocupante é que cerca de 30% das crianças relatadas como sendo desatentas por pelo menos seis professores durante a primeira série, foram classificados com ausência de sintomas no ano seguinte. De acordo com o estudo, estas quedas não poderiam ser atribuídas a crianças que começam o tratamento medicamentoso.

Os autores disseram que o estudo foi realizado para avaliar a estabilidade dos sintomas de desatenção clinicamente elevados na escola, de um ano para o outro.

Uma possibilidade que foi sugerida é que os problemas de atenção na escola podem resultar de fatores como a sala de aula má organizada e de uma alta concentração de colegas bagunceiros, em vez de refletir um atributo persistente da criança. Os pesquisadores afirmaram que, se as crianças entram em uma sala de aula melhor organizada no ano seguinte, elas são capazes de ficar mais concentradas e atentas.

"O TDAH é considerado geralmente como uma condição crônica e certamente persiste a longo prazo, para muitas crianças", disse o autor principal do estudo, David Rabiner. "Entretanto, nossas conclusões ressaltam que muitas crianças com dificuldades de atenção significativa durante um grau não apresentam estes problemas na escola no ano seguinte, mesmo as crianças que foram cuidadosamente diagnosticados com TDAH".

Os autores do estudo enfatizaram que se as crianças diagnosticadas com TDAH não forem reavaliadas a cada ano, algumas podem continuar a ser diagnosticadas com uma condição que não mais se aplica e receber medicação para tratamento de problemas na escola que já não são evidentes.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Déficit de atenção    TDAH    Avaliação anual    David Rabiner    Universidade Duke   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
déficit de atenção    TDAH    avaliação anual    David Rabiner    Universidade Duke   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.