Ciência e Tecnologia
publicado em 16/03/2010 às 18h05:00
   Dê o seu voto:

Dutasteride e tansulosina produziram juntas resultados melhores do que qualquer uma das duas drogas isoladamente

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Universidade de Emory
Pesquisadora manipula compostos de medicamentos durante estudo em laboratório
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadora manipula compostos de medicamentos durante estudo em laboratório

As melhores qualidades dos dois medicamentos comumente prescritos para hiperplasia prostática (HBP), a dutasteride e a tansulosina, produziram juntas resultados melhores do que qualquer uma das duas drogas isoladamente, de acordo com um novo estudo do Centro Médico da Universidade do Sudeste do Texas.

Os pesquisadores compararam tratamentos para três grupos de participantes do estudo, com a doença ao longo de quatro anos. Segundo os responsáveis, o estudo, que incluiu mais de 4.800 homens, é um dos primeiros a comparar os regimes de medicação única com os de combinação em um grupo tão grande.

O primeiro grupo de participantes do estudo recebeu a droga dutasteride; o segundo grupo recebeu tansulosina; e o terceiro recebeu uma combinação dos dois medicamentos.

"Descobrimos que a terapia de combinação se mostrou superior na redução do risco de progressão da HBP," disse Claus Roehrborn, principal autor do estudo. "Os dois medicamentos uniram forças em termos de controle dos sintomas. Os participantes relataram poucos sintomas colaterais e observamos uma redução de 25 % no volume da próstata".

" Indivíduos que receberam a terapia combinada também mostraram uma redução de 50 % do antígeno prostático específico (PSA), uma proteína produzida por ambos os tecidos cancerosos e não cancerosos da próstata. Os níveis de PSA podem ser uma indicação de maior risco de câncer, porque as células cancerosas geralmente fazem mais PSA do que as células benignas. Se os níveis de PSA continuam a subir após o início da terapia, os pacientes devem ser monitorados de perto, porque os medicamentos combinados fazem leituras mais baixas da PSA" , acrescentou Roehrborn.

Os pesquisadores também analisaram dados para determinar se o número de participantes necessitando de cirurgia para HBP reduziu com o esquema de combinação de medicamentos. Comparado com a tansulosina sozinha, a combinação de drogas reduz a incidência de retenção urinária aguda em 67 % e reduz a necessidade de cirurgia relacionada com HBP em 70 %, já comparado com a dutasteride, a redução foi de apenas 19%.

" Aqueles que tomaram a combinação de drogas também se mostraram menos prováveis, do que os dos outros dois grupos, de interromper a terapia" , acrescentou o pesquisador. "Não há atualmente nenhuma droga de combinação para os médicos prescrevem para estes pacientes. Esta pesquisa deverá fornecer mais informações, que influenciem a decisão por um tratamento para pacientes com HBP".

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
hiperplasia prostática    combinação de medicamentos    dutatesride    tansulosina    Claus Roehrborn    Universidade do Sudeste do Texas   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.