Profissão Saúde
publicado em 01/03/2010 às 15h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto:DivulgaçãoArquivo/Cremers
Foto: Divulgação/Siemens
Estudantes de medicina foram às ruas em protesto pela titulação de bacharel nos diplomas. Quase todos usavam jalecos durante a passeata, tratando a vestimenta como um símbolo da própria medicina Médicos durante o exame de tomografia de um paciente
  « Anterior
Próxima »  
Estudantes de medicina foram às ruas em protesto pela titulação de bacharel nos diplomas. Quase todos usavam jalecos durante a passeata, tratando a vestimenta como um símbolo da própria medicina
Médicos durante o exame de tomografia de um paciente

A Câmara dos Deputados está analisando o Projeto de Lei 6626/09 , que proíbe o uso de qualquer equipamento de proteção individual, inclusive jalecos e outras vestimentas especiais, fora do ambiente onde o trabalhador da área de saúde exerça suas atividades. A proibição abrange qualquer tipo de instrumento utilizado no atendimento médico.

A proposta é do deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE) e tem como objetivo combater a infecção hospitalar e a contaminação biológica. De acordo com o texto, o infrator da norma, sem prejuízo de outras sanções, deverá ser advertido e multado, sendo o empregador responsabilizado solidariamente. O projeto também prevê para os trabalhadores da saúde, atividades de conscientização e de educação sobre prevenção de riscos biológicos .

O autor afirma que o projeto foi elaborado a partir de princípios de biossegurança e será extremamente benéfico para proteger a saúde da população.

Inocêncio Oliveira ressalta que muitos estudos indicam que microorganismos são transportados para pessoas que estão fora do ambiente hospitalar, ambulatorial, odontológico ou laboratorial, por meio de roupas, jalecos e outras peças usadas durante o período de trabalho.

A contaminação, nestes casos, aumenta de acordo com o tempo e as características do atendimento e é mais intensa em áreas de contato, como bolsos ou mangas.

Para o parlamentar, "não é incomum ver profissionais ou estudantes da área de saúde circulando em locais públicos usando jalecos, por vezes estetoscópios ou outros equipamentos de trabalho. É necessário que se enfatize a conscientização dos trabalhadores da saúde, quanto à gravidade do risco biológico a que expõem a comunidade, ao persistirem neste hábito", acrescenta o deputado, argumentando que as penas de advertência e multa podem ser eficazes para coibir esse comportamento, e responsabilizando também o empregador.

Em tramitação, em caráter conclusivo, o projeto será agora analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família, e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Projeto de Lei 6626/09    Inocêncio Oliveira    Profissionais da saúde   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Projeto de Lei 6626/09    Inocêncio Oliveira    profissionais da saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.