Ciência e Tecnologia
publicado em 18/12/2009 às 15h41:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Mark Clarke/Universidade de Houston
Foto: Mark Clarke/Universidade de Houston
Uma seção de 10 mícrons de espessura fotografadas pela microscopia de luz Células osteoclastos humanos na superfície externa do OsteoSphere
  « Anterior
Próxima »  
Uma seção de 10 mícrons de espessura fotografadas pela microscopia de luz
Células osteoclastos humanos na superfície externa do OsteoSphere

Pesquisadores da Universidade de Houston desenvolveram um processo que possibilita o crescimento de osso humano real, em cultura de tecidos. Segundo o grupo, estudo ampliou a compreensão do processo de formação e maturação dos ossos do corpo-humano e deve auxiliar na prevenção de fraturas.
"Temos fabricado uma estrutura sem componentes sintéticos. É tudo feito pelos dois tipos de células do osso, dentro do corpo. O resultado é um pedaço de material idêntico ao osso trabecular humano recém-formado, incluindo os componentes minerais, histologia e fator de crescimento", explica Mark Clarke, professor adjunto e investigador principal.
O estudo financiado pela NASA, usou osteoblastos e osteoclastos humanos, os dois tipos celulares principais envolvidos na formação e na quebra de ossos.

A construção tridimensional do osso permitiu as condições ideais para investigação de como os ossos se formam e, mais importante, de como acontecem as perdas ósseas em situações como voos espaciais, na pós-menopausa e nos casos de pacientes com danos na medula espinhal.
"A universidade já licenciou a tecnologia para a industria que está procurando maneiras de comercializá-la em um ambiente clínico" . A técnica inclui a cultura óssea de um indivíduo para ser transplantada de volta ao paciente e o desenvolvimento de outros produtos para uso na reconstrução ortopédica.

Ainda conforme Clarke, a tecnologia pode também ser utilizada como uma ferramenta de triagem para o desenvolvimento de fármacos capazes de combater a perda óssea ou estimular a regeneração do osso.

A pesquisa contou com a participação dos colaboradores Neal Pellis e Alamelu Sundaresan.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
osso humno    cultura de tecidos    fraturas    osso trabecular    osteoblastos    osteoclastos    Mark Clarke    Neal Pellis    Alamelu Sundaresan    Universidade de Houston   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.