Geral
publicado em 10/12/2009 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/IISS Africa
A diretora de Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS, Maria Neira
  « Anterior
Próxima »  
A diretora de Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS, Maria Neira

Relatório da OMS ressalta que doenças que matam fumantes ativos são as mesmas para aqueles que estão apenas expostos à fumaça, como câncer e problemas cardíacos. O documento apontou ainda que mais de 94% da população mundial continua desprotegida, sem leis anti-fumo.

Apenas 5,4% da população global está protegida por leis contra o fumo do tabaco, segundo relatório divulgado nesta quarta-feira (9) pela Organização Mundial da Saúde. Este número significa que 154 milhões de pessoas não estão mais expostas aos perigos relativos ao fumo em ambientes como o de trabalho, restaurantes, bares e outros espaços públicos fechados.

A OMS informa que sete países adotaram leis anti-fumo em 2008, entre eles Colômbia, Guatemala, Panamá e Turquia, subindo para 17 o número de nações com medidas similares.

Apesar do progresso, a agência da ONU ressalta que mais de 5 milhões de fumantes ativos morrem todos os anos em decorrência do vício. Trata-se da principal causa evitável de morte no mundo e o número deve subir para 8 milhões de óbitos até 2030, se medidas preventivas não forem adotadas.

Outras 600 mil pessoas perdem as vidas prematuramente em consequência do fumo passivo, como disse à Rádio ONU de Genebra, na Suíça, a Diretora de Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS, Maria Neira.

" Pode ser infarto, pode ser câncer, são doenças realmente muito sérias, quer dizer, são os mesmos problemas do que para um fumante ativo só que as doses são menores e precisa mais tempo para desenvolver a mesma doença", afirmou.

O relatório da OMS indica que medidas urgentes são necessárias e ajudam a combater o problema, como o monitoramento do uso do tabaco e políticas preventivas, assistência aos fumantes, alertas sobre os perigos do fumo, esforços em banir a publicidade desse mercado e o aumento de taxas.

Fonte: OMS
   Palavras-chave:   OMS    Anti-fumo    ONU    Maria Neira   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
OMS    anti-fumo    ONU    Maria Neira   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.