Ciência e Tecnologia
publicado em 05/11/2013 às 13h07:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Ginasanders/Foto Stock
Foto: University of Michigan
Tratamento padrão para o controle da pressão leva alguns pacientes a tomerem medicação de forma excessiva Jeremy Sussman, autor do estudo
  « Anterior
Próxima »  
Tratamento padrão para o controle da pressão leva alguns pacientes a tomerem medicação de forma excessiva
Jeremy Sussman, autor do estudo

Uma nova forma de prescrever os medicamentos para controle da pressão sanguínea poderia evitar mais de 25% dos ataques cardíacos e derrames (quase 180 mil por ano), minimizando o uso dos remédios.

Na crescente onda dos tratamentos customizados, pesquisadores da Universidade de Michigan, mostraram que as prescrições para pacientes com risco de doença cardíaca só devem ser propostas depois de o profissional considerar fatores como idade, sexo, se o paciente fuma, entre outras variáveis que poderiam tornar o uso dos medicamentos mais racional, maximizando os resultados do tratamento.

As diretrizes médicas atuais usam um tratamento padrão com base nos valores da pressão arterial, o que leva alguns pacientes a tomarem medicamentos excessivamente e outros em quantidades inferiores às necessárias. O novo estudo mostrou que o nível da pressão arterial muitas vezes não é o fator mais importante para determinar se a medicação irá prevenir ataques cardíacos e derrames.

"Drogas que baixam a pressão arterial estão entre os medicamentos mais eficazes e os mais usados nos Estados Unidos. Só acreditamos que eles podem ser usadas de forma dramaticamente mais eficaz," diz o autor Jeremy Sussman.

"O objetivo desses medicamentos não é, na verdade, evitar a elevação da pressão arterial, mas minimizar os riscos de ataques cardíacos, derrames e outras doenças cardiovasculares. Desta forma, devemos orientar o uso destes medicamentos pelo risco destas doenças, não apenas levar em consideração o nível de pressão arterial. Descobrimos que as pessoas que têm pressão arterial ligeiramente elevada, mas de alto risco cardiovascular, são mais beneficiadas com o tratamento genérico, mas aquelas com baixo risco cardiovascular global não tem o mesmo resultado."

Orientações atuais de tratamento enfatizam metas específicas de pressão arterial, focando, em sua maioria, em manter a pressão abaixo dos 140/80 mmHg. No entanto, os autores dizem que o "tratamento sob medida" da pressão arterial com base no risco de doença cardiovascular é um modelo substancialmente mais eficaz de cuidado.

Os resultados do estudo mostram que as novas orientações da pressão arterial podem ajudar os pacientes a tomarem decisões mais informadas sobre os seus cuidados. "Além dos resultados mais positivos para a saúde dos pacientes, esta abordagem fornece o tipo de informação que precisamos para orientar as decisões individuais adaptadas às preferências e prioridades destes pacientes. Nossa pesquisa consegue estimar até que ponto o uso de medicamentos para pressão arterial vai reduzir o risco de doenças cardíacas e derrames, de modo que médicos e pacientes possam tomar decisões mais acertadas sobre a utilização destas drogas," afirma Rod Hayward, integrante da pesquisa.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
pressão arterial    orientações para tratar a pressão arterial    medicamentos de redução da pressão    ataques cardíacos    derrames    Jeremy Sussman    Universidade de Michigan Health System    saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.