Profissão Saúde
publicado em 11/10/2013 às 13h31:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

"A aprovação da proposta apresentada pelo próprio partido dos Democratas, de que os registros provisórios do programa fossem emitidos pelo Ministério da Saúde, é uma questão meramente cartorial. O importante é que possamos continuar fiscalizando, o que faremos de maneira exemplar".

A afirmação é do presidente Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luiz d'Ávila, ao confirmar que vai defender no Senado a manutenção do texto da medida provisória que cria o Programa Mais Médicos, aprovada nesta quarta-feira (9) na Câmara. Segundo ele, "O entendimento com a base aliada não significa apoio ao programa, mas a garantia de mudanças que retiraram graves ameaças à Medicina."

"Nossa grande preocupação foi assegurar ganhos para a Medicina e preservar a competência da profissão médica. Fizemos a revisão de pontos gravíssimos e discutimos com o relator questões que constavam na MP 621/13 e que poderiam comprometer significativamente os rumos da nossa profissão," afirma D'Ávila.

"Poucas pessoas viram, por exemplo, a gravidade da proposta de criação de um Fórum de Regulação das profissões de saúde que constava no capítulo V, o qual conseguimos eliminar na íntegra. Seria um ambiente que poderia alterar seriamente as competências das profissões. Embora consultivo e propositivo, a lei garantiria ao Ministério da Saúde que, por orientação do Fórum, estabelecesse protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas. Isso poderia afetar não apenas as competências exclusivas dos médicos, mas, também, as atribuições dos Conselhos de Medicina", explicou d'Ávila.

Para ele, os avanços alcançados resultam da determinação com a qual o CFM entende sua missão institucional, que não tem vínculos com interesses particulares, políticos ou eleitorais. O presidente do CFM também apontou como ponto importante o compromisso de maior financiamento para a saúde, e, principalmente, a conquista histórica para a classe, que agora passa a ter o apoio do Governo na criação da carreira de Estado.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Mais medicos    Projeto mais medicos    MP 621/13    Roberto Luiz d'Ávila    Cfm    Saúde   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
mais medicos    projeto mais medicos    MP 621/13    Roberto Luiz d'Ávila    cfm    saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.