Ciência e Tecnologia
publicado em 01/10/2013 às 12h40:00
   Dê o seu voto:

Droga usada para hipertensão potencializa efeito da quimioterapia

O tratamento com losartan aumentou a entrega de drogas em modelos animais, através da abertura dos vasos sanguíneos dos tumores

 
tamanho da letra
A-
A+

Drogas usadas para tratar a hipertensão podem ser nova saída para apoiar os tratamentos de quimioterapia.

Segundo os pesquisadores do Massachusetts General Hospital (MGH), o losartan, inibidor de angiotensina, melhorou a entrega de medicamentos de quimioterapia e oxigênio aos tumores, aumentando o fluxo de sangue em modelos de rato com câncer de mama e de pâncreas.

"Inibidores da angiotensina são medicamentos para pressão arterial seguros que têm sido utilizados por mais de uma década em pacientes e podem ser aproveitado para o tratamentodo câncer", explica Rakesh K. Jain, autor do estudo. "Ao contrário das drogas anti-angiogênese, que melhoram o fluxo sanguíneo do tumor reparando a estrutura anormal dos vasos sanguíneos, os inibidores da angiotensina liberam forças físicas que são aplicadas aos vasos sanguíneos do tumor quando a matriz de gel em torno deles se expande com o crescimento."

O estudo atual examinou as possíbilidades do losartan e outras drogas que bloqueiam a ação do hormônio angiotensina evitarem que os tumores fechem os vasos sanguíneos internos. Estas tensões são exercidas quando as células fibroblastos (FAC) proliferam, produzindo aumento dos níveis de colágeno e uma substância gelatinosa chamada ácido hialurônico.

As experiências da equipe em diversos modelos de ratos mostraram que o losartan inibiu a produção de colágeno e ácido hialurônico através da redução da ativação e densidade global das células FAC. Comparado com fármacos chamados inibidores de ACE, que bloqueiam a angiotensina de uma maneira diferente, o losartan e outros medicamentos do tipo mostratam um melhor desempenho na redução da compressão no interior dos tumores. Em modelos de ratos com câncer de mama e pâncreas, o tratamento com losartan sozinho teve pouco efeito sobre o crescimento do tumor, mas a combinação com drogas usadas na quimioterapia atrasou o crescimento de tumores.

"O aumento do fluxo sanguíneo do tumor, na ausência de drogas anti-câncer pode realmente acelerar o crescimento do tumor, mas acreditamos que a combinação de aumento do fluxo sanguíneo com quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia vai trazer resultados benéficos", explica Jain. "Com base nestes resultados em modelos animais já foi iniciado um ensaio clínico para testar se o losartan pode melhorar os resultados do tratamento de câncer no pâncreas."

Vejam mais informações sobre o estudo

Fonte:
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Droga usada para hipertensão potencializa efeito da quimioterapia
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Droga usada para hipertensão potencializa efeito da quimioterapia


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
losartan    drogas para hipertensão ajudam na quimioterapia    quimioterapia    tratamento contra câncer    Massachusetts General Hospital    Rakesh K. Jain    health   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.