Saúde Pública
publicado em 24/09/2013 às 11h23:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UN Photo/Martine Perret
De acordo com a ONU, para evitar estas mortes, é preciso patrocinar políticas de saúde como o pré-natal, prevenção a doenças sexualmente transmissíveis
  « Anterior
Próxima »  
De acordo com a ONU, para evitar estas mortes, é preciso patrocinar políticas de saúde como o pré-natal, prevenção a doenças sexualmente transmissíveis

As Nações Unidas realizaram um encontro de alto nível nesta segunda-feira (23) para contabilizar os sucessos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

No encontro, o Secretário-Geral, Ban Ki-moon, disse que a maior diferença entre países ricos é pobres é vista nas taxas de mortalidade materna.

Segundo Ban, quase 99% das mães que morrem na gravidez ou no parto são de países em desenvolvimento. De acordo com a ONU, para evitar estas mortes, é preciso patrocinar políticas de saúde como o pré-natal, prevenção a doenças sexualmente transmissíveis incluindo o HIV, tratamento para abortos inseguros e oferta de contraceptivos.

"Estas mulheres não estão morrendo por doenças sem tratamento, mas sim porque sociedades inteiras ainda estão decidindo se a vida dessas mulheres merece ser salva."
O ministro do Plano e Desenvolvimento de Moçambique, Aiuba Cuereneia, que disse que "a intervenção dos governos em questões ligadas à alimentação, acesso aos postos de saúde e hospitais, e questões culturais pode melhorar, cada vez mais o quadro da mortalidade materna.

A melhoria a saúde materna é o quinto dos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Para Ban, alcançar esta meta não é caro, mas o mundo irá precisar de mais recursos do que os que foram disponibilizados até agora. Com a iniciativa, os países poderão evitar ferimentos a longo prazo e deficiências para até 17 milhões de mulheres e adolescentes.

O chefe da ONU encerrou o discurso citando o professor de medicina, Mahmoud Fathalla. Segundo o médico, "as mulheres não estão morrendo por doenças sem tratamento, mas sim porque sociedades inteiras ainda estão decidindo se a vida dessas mulheres merece ser salva."

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
morte na gravidez    morte no parto    países pobres    Objetivos de Desenvolvimento do Milênio    Ban Ki-moon    ONU    saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.