Geral
publicado em 13/09/2013 às 14h13:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UN Photo/Tobin Jones
Cerca de 45% das mortes de menores de cinco estão ligadas à subnutrição
  « Anterior
Próxima »  
Cerca de 45% das mortes de menores de cinco estão ligadas à subnutrição

O mundo conseguiu diminuir em cerca de 50% o número de mortes de menores de cinco anos em comparação a 1990, segundo relatório do Fundo da ONU para a Infância (Unicef)

Estima-se que em 2012, cerca de 6,6 milhões de crianças perderam a vida antes de completar cinco anos em contraste com os mais de 12 milhões de crianças mortas há vinte e dois anos em todo o mundo.

O diretor da Unicef, Anthony Lake, disse que a diminuição da cifra para os atuais cerca de 18 mil óbitos diários. considera a tendência positiva, pelo facto de terem sido salvas milhões de vidas.

Jà a representante da agência da ONU na Namíbia, Micaela Marques de Sousa disse, entretanto, que é urgente dar resposta ao cenário atual. "É certamente uma causa para celebrar por ter acontecido nesses vinte e dois anos. Sabemos que o mundo não teria salvo 90 milhões de crianças e isso é muito. Mas, é caso também para refletir e agir com urgência porque se não fizermos isso, 35 milhões de crianças ainda correm o risco de morrer", referiu.

De acordo com o estudo, as principais causas de morte das crianças do grupo incluem a pneumonia, a prematuridade, a asfixia durante o parto, a diarreia e a malária. Mas a nível global, cerca de 45% das mortes de menores de cinco estão ligadas à subnutrição.

A Nigéria e a República Democrática do Congo são os países africanos que integram o grupo de cinco nações onde ocorre a metade das mortes de menores de cinco anos. Os outros são a China, a Índia e o Paquistão.

Apesar de progressos registados na África Subsaariana, a região ainda detém as taxas mais altas de mortalidade infantil no mundo. O relatório aponta para 98 mortes em cada mil nascidos vivos.

As estimativas indicam que uma criança nascida na região enfrenta mais de 16 vezes o risco de morrer antes do quinto aniversário se comparada às de um país de alta renda.

Além do Unicef, a pesquisa envolveu a Organização Mundial da Saúde, o Banco Mundial e o Departamento das Nações Unidas para os Assuntos Económicos e Sociais.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Mortes de crianças    Menores de cinco anos    ONU    Uniceg    Anthony Lake    Saúde   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
mortes de crianças    menores de cinco anos    ONU    Uniceg    Anthony Lake    saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.