Ciência e Tecnologia
publicado em 30/08/2013 às 11h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores da Universidade de Liege Sart- Tilman, na Bélgica, descobriram uma nova fraqueza em células cancerosas que pode torná-las mais susceptíveis à quimioterapia e a outros tratamentos.

Os cientistas demonstraram que a proteína HDAC5 é essencial para a manutenção de estruturas, chamadas telômeros, dentro das células cancerosas que promovem a longevidade das células do câncer. As células cancerosas com telômeros mais longos tendem a ser mais resistentes às terapias, enquanto as células cancerosas com os telômeros mais curtos tendem a ser mais susceptíveis.

Ao direcionar o mecanismo usado pelas células cancerosas para manter os telômeros, a HDAC5, terapias existentes poderiam se tornar muito mais eficazes para a erradicação do câncer do que são hoje.

"Nosso estudo pode contribuir para o desenvolvimento de novas terapias anticâncer combinadas. Ao manter o comprimento de um telômeros, por meio da inibição de HDAC5, as células de câncer são mais sensíveis a fármacos quimioterapêuticos", afirma Denis Mottet.

Mottet e seus colegas analisaram várias linhagens de células tumorais com diferentes formações sobre a biologia dos telômeros e descobriu que HDAC5 co-localizou com telômeros apenas nas células cancerosas com telômeros muito compridos.

Os pesquisadores então eliminaram HDAC5 em células de câncer com comprimento dos telômeros variados e observaram um fenótipo (encurtamento dos telômeros ) exclusivamente em células cancerosas que originalmente tinham telômeros mais longos.

Segundo a equipe, células com telômeros mais curtos não parecem ser afetadas pela ausência da proteína HDAC5. Eles descobriram também que algumas células cancerosas com telômeros muito longos eram resistentes à morte induzida por medicamentos de quimioterapia comuns , mas a redução dos níveis de proteína HDAC5 nestas células e o encurtamento dos telômeros subsequente sensibilizou as células a estes agentes, o que leva à morte celular massiva.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Quimioterapia    células do câncer    fraqueza    Universidade de Liege Sart- Tilman    Denis Mottet   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.