Ciência e Tecnologia
publicado em 20/08/2013 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Kristie Manning
Novo tratamento pode significar apenas duas ou três picadas de agulha no olho por ano, em vez das injeções mensais que são o padrão atualmente
  « Anterior
Próxima »  
Novo tratamento pode significar apenas duas ou três picadas de agulha no olho por ano, em vez das injeções mensais que são o padrão atualmente

Engenheiros biomédicos da Johns Hopkins University, nos EUA, desenvolveram uma nova estratégia para a entrega de droga a pacientes com um tipo de perda de visão central causada pelo crescimento dos vasos sanguíneos na parte posterior do olho, onde esse crescimento não deve ocorrer.

Além de testar um novo medicamento eficaz que para o crescimento de vasos, a equipe criou um revestimento biodegradável para o medicamento a fim de mantê-lo no olho por mais tempo.

Se mostrado eficaz em humanos, os engenheiros acreditam que o tratamento pode significar apenas duas ou três picadas de agulha no olho por ano, em vez das injeções mensais que são o padrão atual de tratamento.

A nova droga, com seu revestimento de liberação programada, foi testada em camundongos com alterações semelhantes às vividas por pessoas com degeneração macular relacionada à idade, ou AMD "úmida".

"Se você perde a visão central, você não pode dirigir um carro e você não pode ver seus netos. Você está disposto a fazer o que for preciso para manter a sua visão. Esperamos que o nosso sistema possa funcionar em pessoas, e torne os tratamentos menos invasivos e muito menos frequentes e, portanto, mais fácil de serem cumpridos e mais seguros", afirma o pesquisador Jordan Green.

Atualmente, os doentes de AMD úmida são tratados com injeções frequentes (tão frequentemente quanto uma vez por mês) dentro do olho de um medicamento que bloqueia um dos principais estimuladores do crescimento anormal de vasos sanguíneos. "Os pacientes recebem agentes antibacterianos e analgésicos localizados e, em seguida, uma agulha muito fina é passada através do branco do olho dentro da cavidade central, onde o medicamento é injetado. Não é doloroso, mas não é algo que os pacientes não apreciam. As visitas frequentes para injeções são um fardo e cada injeção traz um pequeno risco de infecção, por isso um dos nossos objetivos é encontrar novas abordagens que permitam menos consultas e injeções", afirmam os autores.

Green e seus colegas descobriram a nova droga, um pequeno pedaço de proteína que bloqueia o crescimento dos vasos sanguíneos indesejados.

Quando o grupo testou o medicamento sobre células cultivadas em laboratório, eles descobriram que ele matou as células dos vasos sanguíneos e impediu o crescimento de novos vasos sanguíneos. O mesmo efeito foi encontrado quando a droga foi injetada nos olhos de ratos com vasos sanguíneos anormais, como aqueles vistos em AMD úmida, mas, como acontece com o tratamento padrão atual, a droga foi eficaz apenas por cerca de quatro semanas.

A solução da equipe foi retardar a liberação e o esgotamento da droga, cobrindo-a de revestimentos biodegradáveis não tóxicos. Primeiro eles criaram "nanopartículas", pequenas esferas pequenas cheias de droga. Quando as esferas foram colocadas em um ambiente aquoso, a água quebrou progressivamente o revestimento e o medicamento foi liberado um pouco de cada vez.

Para maximizar esse efeito, a equipe criou esferas maiores, chamadas de micropartículas, preenchidas com cerca de uma centena de nanopartículas, e unidas por outro tipo de "cola" biodegradável.

Em teste das micropartículas em ratos, a equipe descobriu que a droga persistiu em seus olhos por pelo menos 14 semanas, três vezes mais que o tratamento atual. Green diz que os tratamentos podem durar mais tempo em humanos do que em ratos, mas os ensaios clínicos não começarão antes de mais testes em outros animais.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Nanopartículas    perda de visão    degeneração macular    Johns Hopkins University    Jordan Green   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.