Ciência e Tecnologia
publicado em 25/07/2013 às 12h35:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Um distúrbio que afeta o tecido conjuntivo pode fornecer pistas vitais sobre a origem genética de quase todas as alergias humanas e doenças alérgicas.

Estudo divulgado nesta quarta-feira (25) analisou 58 crianças de 7 a 20 anos portadoras da síndrome Loeys-Dietz. "Descobrimos que estes pacientes tinham um risco muito elevado de desenvolver não apenas uma alergia, mas todas as formas de doença alérgica", disse a autora do estudo, a imunologista do Johns Hopkins Children's Center (EUA), Pamela Frischmeyer-Guerrerio.

Os pesquisadores afirmam que a mutação genética que causa a síndrome Loeys-Dietz parece estar intimamente ligada às alergias. Tanto assim que pode explicar por que algumas pessoas sofrem de reações alérgicas. O estudo descobriu que os pacientes com síndrome de Loeys-Dietz tiveram níveis elevados da molécula sinalizadora chamada Fator de transformação do crescimento beta , ou TGF-beta.

Para a pesquisadora, tudo isto sugere que mudanças na sinalização TGF-beta pode predispor algumas pessoas fortemente para o desenvolvimento de alergias e doenças alérgicas. "Encontramos o mesmo tipo de mau comportamento do sistema imunológico em crianças alérgicas que não têm Síndrome Loeys-Dietz,"

O TGF-beta controla o crescimento das células em vários órgãos, levando os vasos sanguíneos a se desenvolverem em formas retorcidas, e ocasionando anormalidades físicas como fenda palatina e pé torto. A proteína também é conhecida por desempenhar um papel na regulação do sistema imunológico, estimulando o organismo a lutar contra micróbios estrangeiros, suprimindo reações contra corpos estranhos, como alimentos e pólen. "Nos pacientes com Loeys-Dietz a elevada sinalização TGF-b parece desencadear uma resposta imune desproporcional a substâncias inócuas, causando o desenvolvimento de condições como asma, alergias à comida e eczema, afirmou Frischmeyer-Guerrerio.

"Um dos obstáculos na tentativa de desenvolver novos tratamentos para alergias é identificar as principais vias de sinalização que precisamos atingir. O TGF-beta realmente parece estar no centro de uma das vias principais que são a base do desenvolvimento de todas as formas de doença alérgica."

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Doença alérgica    Alergias    Síndrome de Loeys-Dietz    TGFb gene    Gene    TGFb    Pamela Frischmeyer-Guerrerio   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
doença alérgica    alergias    síndrome de Loeys-Dietz    TGFb gene    gene    TGFb    Pamela Frischmeyer-Guerrerio   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.