Saúde Pública
publicado em 22/07/2013 às 18h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UN Photo/Martine Perret
Fumo ainda é a principal causa de muitas das doenças mais letais do mundo
  « Anterior
Próxima »  
Fumo ainda é a principal causa de muitas das doenças mais letais do mundo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou a lista das principais causas de morte em todo o mundo, com mudanças ocorridas entre 2000 e 2011. Segundo a agência, doenças cardiovasculares continuam sendo a causa número um de morte, matando 17 milhões no período.

A OMS destaca que a cada 10 óbitos, três são por enfermidades do coração. Cerca de 7 milhões de pessoas perderam a vida por causa de doenças isquêmicas cardiovasculares. Outras 6,2 milhões morreram após um derrame.

As doenças crônicas foram responsáveis por dois terços de todas as mortes globais em 2011, um aumento de 60% em relação ao ano 2000. As principais são doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e enfermidades crônicas do pulmão.

O levantamento da OMS destaca que casos de câncer de pulmão e de traqueia causaram a morte de 1,5 milhão de pessoas em 2011. Outras 1,4 milhão morreram por complicações da diabetes.

De acordo com a agência, entre as 10 principais causas de morte estão ainda diarreia, Aids, acidentes de tráfego e nascimentos prematuros. Já a tuberculose saiu da lista, mas ainda está entre os 15 maiores fatores de morte.

Quase 80% das mortes por doenças crônicas ocorreram em países de rendas média e baixa. Mas as nações ricas ainda têm a maior proporção de mortes por essas enfermidades, as doenças crônicas mataram 87% da população.

Fumo ainda é mais letal

O fumo ainda é a principal causa de muitas das doenças mais letais do mundo. No total, um a cada 10 adultos morreu pelo uso do tabaco.

Nesta segunda-feira, em Genebra, o Conselho Econômico e Social da ONU adotou uma resolução pedindo ao Secretário-Geral a criação de uma força-tarefa sobre prevenção e controle de doenças crônicas.

O grupo será liderado pela OMS e deverá coordenar as atividades de todas as agências da ONU para a implementação do plano de ação global contra doenças crônicas, entre 2013 e 2020.

A meta do plano é reduzir em 25% as mortes prematuras por doenças do coração, câncer, diabetes e doenças respiratórias crônicas.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
doenças crônicas    mortes por doenças crônicos    problemas cardíacos    principais causas de morte    tabaco    doenças cardiovasculares   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.