Profissão Saúde
publicado em 15/07/2013 às 01h09:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Uma comitiva do Ministério da Saúde encerrou nesta sexta-feira (12) um tour de quatro dias pela Espanha e por Portugal no qual apresentou o Programa Mais Médicos. Liderada pelo secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mozart Salles, a equipe apresentou o programa para médicos e estudantes de Medicina de cada país, ao lado de representantes dos governos locais de Madri, Sevilha, Santiago de Compostela, Barcelona e Lisboa.

O Ministério da Saúde oferece bolsa federal de R$ 10 mil a médicos que atuarão na atenção básica da rede pública de saúde, sob a supervisão de instituições públicas de ensino, por um período fixo de três anos. Só erão selecionados médicos formados em instituições de ensino reconhecidas em seu país e devem ter conhecimento da língua portuguesa.

Os profissionais selecionados atuarão exclusivamente na atenção básica, com o acompanhamento de tutores e supervisores de uma instituição de ensino. O edital para inscrição de municípios e de médicos brasileiros foi publicado na terça-feira (9) e as inscrições poderão ser feitas até o dia 25 para a primeira seleção. Após esse período, os profissionais estrangeiros poderão se inscrever para as seleções posteriores.

Além desta seleção, a iniciativa prevê o aumento do número de vagas de medicina e de residência no país; e a inclusão de um novo ciclo no currículo da graduação para atuação, por dois anos, na rede pública de saúde.O Ministério da Saúde também está investindo em infraestrutura, totalizando R$ 15 bilhões para melhorar as condições físicas das unidades de saúde. Já estão em execução R$ 7,4 bilhões, distribuídos para equipar, reformar, ampliar e construir mais de 16 mil UBS, 818 hospitais e 877 UPAs. E R$ 7,5 bilhões são recursos novos - R$ 5,5 bilhões para construção de seis mil unidades básicas de saúde (UBS), reforma e ampliação de 11,8 mil UBS e para construção de 225 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), além de R$ 2 bilhões para a construção de 14 hospitais universitários.

Lançado pelo governo federal e instituído por medida provisória na segunda-feira (8), o Mais Médicos tem o objetivo de ampliar o número destes profissionais de saúde nas regiões de maior vulnerabilidade social, além de qualificar a formação médica no Brasil.

Segundo o governo, a prioridade do programa é atrair médicos brasileiros para regiões onde há carência de profissionais. Porém, serão selecionados médicos estrangeiros nos municípios que não conseguirem atrair profissionais brasileiros. A Espanha e Portugal estão entre os países que preenchem os pré-requisitos necessários para participar, pois têm proporção de médico por habitante maior que a do Brasil (1,8 médicos por mil habitantes). A Espanha tem 4 médicos por cada mil habitantes, e de Portugal, com 3,9.

Fonte: MINISTÉRIO DA SAÚDE
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Mais médicos    médicos espanhóies    médicos portugueses    médicos importados    Mozart Salles    interiorização de médicos   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.