Foto Saúde
publicado em 13/07/2013 às 11h49:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Marcelo Horn/SECOM RJ
Foto: Marcelo Horn/SECOM RJ
Foto: Marcelo Horn/SECOM RJ
Ambulatório do Instituto Estadual do Cérebro já atendeu 111 pacientes, entre crianças e adultos Leitos do Instituto Estadual do Cérebro Sala de cromoterapia do Instituto Estadual do Cérebro
  « Anterior
Próxima »  
Ambulatório do Instituto Estadual do Cérebro já atendeu 111 pacientes, entre crianças e adultos
Leitos do Instituto Estadual do Cérebro
Sala de cromoterapia do Instituto Estadual do Cérebro

Há duas semanas em funcionamento, o ambulatório do Instituto Estadual do Cérebro já atendeu 111 pacientes, entre crianças e adultos. Para eles, a primeira consulta é o passo mais próximo da realização da esperada cirurgia.

É o caso da pequena Maria Clara de Andrade Araújo, de 9 anos, que aguarda pela cirurgia desde quando foi diagnosticada com epilepsia de difícil controle causada por displasia cortical, aos 4 meses de vida. O maior sonho da dona de casa Eliane Vieira de Andrade é que a filha tenha uma vida normal, como qualquer outra criança.

Maria Clara é nossa primeira filha. Já são nove anos esperando por essa cirurgia. Meu maior sonho é que minha filha possa ter uma vida. O filho especial ensina a dar valor aos pequenos gestos, como um carinho, quando acontece é uma festa disse Eliane.

Estima-se que há de 1,8 a 3,6 milhões de epilépticos no Brasil. A displasia cortical é a principal causa de epilepsia na infância. Ela é considerada uma desordem cerebral resultante do desenvolvimento anormal dos neurônios do córtex cerebral no primeiro trimestre da gestação, que se manifesta precocemente com crises epilépticas nos primeiros anos de vida.

O caso da Maria Clara é típico de indicação cirúrgica, e felizmente agora vamos conseguir operá-la com a maravilhosa estrutura do Instituto Estadual do Cérebro. Ela tem crises epilépticas diárias, resistentes aos remédios e que levam a quedas e traumas faciais repetidos. Acreditamos que exista uma perspectiva de melhora muito grande após a cirurgia explicou o coordenador do Centro de Epilepsia do hospital, Eduardo Faveret.

Fonte: SECRETARIA DE SAUDE DO RJ
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Instituto Estadual do Cérebro do Rio de Janeiro    Instituto Estadual do Cérebro    Maria Clara de Andrade Araújo    epilépticos    epilepsia    Eduardo Faveret   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.