Ciência e Tecnologia
publicado em 10/07/2013 às 11h55:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UNIVERSITY OF LIVERPOOL
Dispositivo contém um sensor que reage a produtos químicos no gás emitido a partir da urina
  « Anterior
Próxima »  
Dispositivo contém um sensor que reage a produtos químicos no gás emitido a partir da urina

Pesquisadores das Universidades de Liverpool e West of England (Uwe Bristol) construíram um dispositivo que pode reconhecer odores na urina para ajudar a diagnosticar pacientes com sinais precoces de câncer de bexiga.

Segundo os responsáveis pelo estudo, atualmente não há biomarcadores confiáveis de triagem de câncer de bexiga, da mesma forma que existem para câncer de mama e do colo do útero. Estudos anteriores sugeriram que um odor particular na urina pode ser detectado por cães treinados, o que indica que os métodos de diagnóstico podem ser baseados no cheiro de certos gases.

O novo dispositivo, chamado Odoreader contém um sensor que reage a produtos químicos no gás emitido a partir da urina. Construído nos laboratórios do Instituto de Tecnologia de Biossensor da Uwe Bristol, ele analisa este gás e produz um "perfil" de produtos químicos na urina que podem ser interpretados por cientistas para diagnosticar a presença de células cancerosas na bexiga.

O dispositivo funciona através da inserção de um frasco que contém a amostra de urina. Cerca de 30 minutos depois, o Odoreader é capaz de mostrar o diagnóstico na tela do computador, confirmando se a amostra é de uma paciente com câncer de bexiga.

Foram analisadas 98 amostras de urina para desenvolver o dispositivo. As amostrar foram divididas em dois grupos. O primeiro era formado por 24 amostras de pacientes com câncer já diagostico e o segundo com 74 amostras pacientes com sintomas urológicos. O dispositivo confirmou corretamente os casos de câncer em 100% dos pacientes do primeiro grupo.

Responsável pelo estudo, o professor Chris Probert, da Universidades de Liverpool, explica que, "a cada ano, cerca de 10 mil pessoas no Reino Unido são diagnosticadas com câncer de bexiga. Uma doença que, se diagnosticada precocemente, pode ser tratada de forma eficaz, mas infelizmente ainda noa existem métodos de rastreio de diagnóstico precoces para este tipo de câncer. "

Veja o abstract do estudo

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Odoreader    odores na urina    diagnóstico de câncer de bexiga em estágio inicial    âncer de bexiga    biomarcadores para triagem de pacientes de câncer de bexiga    Chris Probert    Universidade de Liverpool   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.