Geral
publicado em 21/06/2013 às 11h40:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Natalikaevsti/Fotolia
Pesticidas são usados em ambientes domésticos para controlar a infestação de insetos ou outras criaturas
  « Anterior
Próxima »  
Pesticidas são usados em ambientes domésticos para controlar a infestação de insetos ou outras criaturas

54% das mulheres grávidas usam inseticidas que são prejudiciais para a saúde do feto. É o que revela estudo de pesquisadores do Higher Public Health Research Centre (CSISP) em Valencia, na Espanha.

A pesquisa revela ainda que a gravidez e a infância são os períodos de maior vulnerabilidade para o uso de inseticidas domésticos.

A equipe descreveu o uso de pesticidas domésticos durante a gravidez e no primeiro ano de vida em cerca de 2.500 mulheres e crianças em Sabadell, Guipúzcoa e várias áreas das Astúrias e da Comunidade Valenciana. Eles também consideraram os fatores sócio-demográficos e de estilo de vida mais fortemente ligados à utilização destes pesticidas.

Em 2003 e 2008, os autores monitoraram as mulheres que concordaram em participar do projeto desde o início da gravidez até o nascimento e durante os primeiros anos de vida de seus bebês.

"Os pesticidas são usados em ambientes domésticos para controlar a infestação de insetos ou outras criaturas vivas. A exposição durante a gravidez ou infância demonstra ter um impacto negativo sobre o crescimento fetal e efeitos neurológicos, bem como aumenta o risco de leucemia infantil", afirma a autora principal da pesquisa Sabrina Llop.

Os resultados mostram que 54% das mulheres grávidas usaram algum tipo de inseticida no interior da casa e 15% fizeram uso de uma combinação de dois ou três métodos.

% das mulheres usaram algum tipo de inseticida em seus quartos: 5% durante todo o ano, 75% sazonalmente e 20% de forma ocasional. O método mais utilizado no quarto foi o dispositivo elétrico, 62%.

% das mulheres grávidas inseticidas utilizados no resto da casa, 7% ao longo de todo o ano, 67% sazonalmente e 26% ocasionalmente. O método mais utilizado pelas mulheres em outras áreas da casa era spray de inseticida, 69%.

Apenas 1% das mulheres utilizou repelentes de insetos durante a gravidez. 10% das mulheres grávidas utilizaram inseticidas ao ar livre, como em jardins ou hortas e quintais com plantas: 9% a cada mês, 14% a cada 2 a 3 meses, 20% três vezes por ano e 57% ocasionalmente.

"Estes resultados são importantes porque permitem que essas informações sejam utilizadas para chegar a medidas preventivas, especialmente em fases vulneráveis da vida", afirma Llop.

Segundo os pesquisadores, a utilização destes pesticidas continuou durante o primeiro ano de vida dos bebês, apesar de 20% das mulheres terem parado de usar. Sprays foram o método que os participantes eram mais propensos a parar de usar em seus quartos: 53% durante a gravidez e 26% durante a infância. Em contrapartida, a utilização do dispositivo eléctrico permaneceu constante.

As principais formas de exposição a essas substâncias são inalação, contato com a pele e ingestão acidental. Em bebês e crianças, a ingestão de poeira contaminada na casa é a rota mais significativa de exposição a pesticidas em casa.

Os autores atribuem isso aos bebês de passar mais tempo em casa e, em geral, usar menos roupas do que os adultos. Além disso, suas zonas de respiração são mais perto do chão, onde os níveis de resíduos de pesticidas podem ser maiores, e eles são mais propensos a ter um contato próximo com as plantas, grama e outras superfícies. "Fetos e as crianças são especialmente vulneráveis à exposição a pesticidas, pois os seus mecanismos e sistemas imunológicos de desintoxicação não estão totalmente desenvolvidos", conclui Llop.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Pesticidas    Pesticidas domésticos    Gravidez    Higher Public Health Research Centre    Sabrina Llop   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.