Geral
publicado em 20/06/2013 às 12h06:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Brandon Vick/University of Rochester
Ratos-toupeira-pelados são roedores subterrâneos conhecidos por não desenvolver câncer.
  « Anterior
Próxima »  
Ratos-toupeira-pelados são roedores subterrâneos conhecidos por não desenvolver câncer.

Pesquisadores da Universidade de Rochester, nos EUA, descobriram a substância química que torna com que os ratos-toupeira-pelados à prova de câncer.

As descobertas podem eventualmente levar a novos tratamentos para câncer em seres humanos.

O trabalho de pesquisa foi publicado na revista Nature.

Ratos-toupeira pelados são pequenos roedores subterrâneos sem pelos que nunca foram conhecidos por desenvolver câncer, apesar de ter uma vida útil de 30 anos.

O grupo de pesquisa liderado por Andrei Seluanov e Vera Gorbunova descobriu que esses roedores são protegidos contra o câncer porque seus tecidos são muito ricos em ácido hialurônico com alto peso molecular (HMW-HA).

O foco dos biólogos em HMW-HA começou depois que eles perceberam que uma substância gosmenta na cultura do rato-toupeira-pelado foi entupindo as bombas de vácuo e a tubulação. Eles também observaram que, ao contrário da cultura do rato-toupeira-pelado, outras culturas contendo células de humanos, ratos e cobaias não foram viscosas.

Gorbunova e Seluanov identificaram a substância como HMW-HA, o que os levou a testar seu possível papel na resistência do rato-toupeira-pelado na resistência ao câncer.

A equipe, em seguida, mostrou que quando HMW-HA foi removido, as células tornaram-se susceptíveis a tumores, confirmando que o produto químico desempenha um papel na resistência dos animais à doença.

Os pesquisadores também descobriram o gene, chamado HAS2, responsável por produzir HMW-HA no rato-toupeira-pelado. Surpreendentemente, o gene de rato toupeira pelado foi diferente de HAS2 em todos os outros animais. Além disso, os animais eram muito lentos na reciclagem de HMW-HA, o que contribuiu para o acúmulo da substância nos seus tecidos.

O próximo passo será testar a eficácia de HMW-HA em camundongos. Se esse teste for bem sucedido, Seluanov e Gorbunova esperam testar o produto químico em células humanas. "Há evidências indiretas de que HMW-HA funcionaria em pessoas. Ele é usado em injeções antirrugas e para aliviar a dor da artrite em articulações do joelho, sem quaisquer efeitos adversos. Nossa esperança é que ele também possa induzir uma resposta anticâncer", afirma Seluanov.

Segundo Gorbunova, várias pesquisas sobre o câncer se concentram em animais que são propensos à doença. "Achamos que é possível aprender estratégias para prevenir tumores ao estudar os animais que são à prova de câncer", conclui.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Resistência ao câncer    Ácido hialurônico    Rato-toupeira-pelado    Universidade de Rochester    Andrei Seluanov   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.