Geral
publicado em 17/06/2013 às 09h45:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Univ. of Health
Droga bazedoxifene leva o receptor de estrogênio a se destruir
  « Anterior
Próxima »  
Droga bazedoxifene leva o receptor de estrogênio a se destruir

Um medicamento aprovado na Europa para tratar a osteoporose é capaz de impedir o crescimento das células do câncer de mama, mesmo em cânceres que se tornaram resistentes às atuais terapias específicas, de acordo com estudo de pesquisadores do Duke Cancer Institute, nos EUA.

Os resultados indicam que a droga bazedoxifene não só impede o estrogênio de alimentar o crescimento de células de câncer de mama, mas também leva o receptor de estrogênio a se destruir.

"Descobrimos que o bazedoxifene se liga ao receptor de estrogênio e interfere com a sua atividade, mas o surpreendente é que nós demonstramos que ele também degrada o receptor e se livra dele", afirma o autor sênior Donald McDonnell.

Em estudos de cultura de células e animais a droga inibiu o crescimento tanto em células de câncer de mama dependente de estrogênio quanto em células que tinham desenvolvido resistência ao tamoxifeno ou inibidores da aromatase, dois dos tipos mais utilizados de drogas para prevenir e tratar o câncer de mama.

Atualmente, se as células de câncer de mama desenvolvem resistência a estas terapias, os pacientes são normalmente tratados com agentes de quimioterapia tóxicos que têm efeitos secundários significativos.

Bazedoxifeno é uma pílula que, tal como o tamoxifeno, pertence a uma classe de fármacos conhecidos como moduladores específicos do receptor de estrogênio (SERMs). Estas drogas são distinguidas pela sua capacidade de se comportar como estrogênio em alguns tecidos, de forma significativa, enquanto bloqueio a ação do estrogênio em outros tecidos. No entanto, ao contrário do tamoxifeno, bazedoxifene tem algumas das propriedades de um grupo mais recente de medicamentos, conhecidos como degradadores seletivos de receptores de estrogênio, ou SERDs, o que pode ter como alvo o receptor de estrogênio para destruição.

"Como a droga remove o receptor de estrogênio como um alvo de degradação, é menos provável que a célula cancerosa possa desenvolver um mecanismo de resistência, porque você está removendo o alvo", explica a principal autora da pesquisa Suzanne Wardell.

Muitos investigadores tinham assumido que as células de câncer de mama uma vez que desenvolveram resistência ao tamoxifeno, seriam resistentes a todas as drogas que visam o receptor de estrogênio. "Nós descobrimos que o receptor de estrogênio ainda é um bom alvo, mesmo depois que a resistência ao tamoxifeno se desenvolve", afirma McDonnell.

Como bazedoxifene já passou por estudos de segurança e eficácia como tratamento para a osteoporose, a equipe acredita que a droga pode ser uma opção viável a curto prazo para os pacientes com câncer de mama avançado, cujos tumores tornaram-se resistentes a outras opções de tratamento.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Osteosporose    Câncer de mama    Câncer de mama resistente    Bazedoxifene    Duke Cancer Institute    Donald McDonnell   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.