Saúde Pública
publicado em 12/06/2013 às 09h45:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A importância de vacinar mais crianças e adultos jovens para a gripe está sendo subestimada, enquanto a sabedoria convencional e programas históricos da vacina têm se concentrado em idosos e aqueles com maior risco de morte e complicações graves. É o que revela relatório de especialistas da Oregon State University, nos EUA.

O estudo sugere que as crianças na escola e adultos jovens no trabalho são responsáveis pela maior parte da transmissão da gripe. Programas que efetivamente aumentem a vacinação desses grupos teria a melhor recompensa, a pesquisa concluiu.

Segundo os pesquisadores, o ponto chave é: Se você não pegar a gripe, você não pode morrer com ela. Quebrar o ciclo de transmissão beneficia a todos, desde crianças a idosos.

"Na maioria dos casos, a vacina disponível contra a gripe poderiam ser utilizados de forma mais eficaz e salvar mais vidas através do aumento do número de crianças vacinadas e adultos jovens. Essa abordagem pode realmente limitar o ciclo de transmissão, impedindo uma grande quantidade de doenças e ao mesmo tempo reduzindo o número de mortes entre os grupos de alto risco. Abordagens semelhantes a esta foram usadas no Japão há várias décadas, e eles conseguiram isso. Nossa nova análise sugere que deveríamos reconsiderar nossas prioridades para a vacinação", afirma o coautor da pesquisa Jan Medlock.

Os resultados foram publicados na revista Vaccine.

A vacina contra a gripe, até o ano 2000, foi recomendada apenas para pessoas com mais de 65 anos. Outros grupos etários foram adicionados na última década, uma vez que ficou claro que eles também estavam em alto risco de morte ou complicações - crianças de idade de seis meses a cinco anos e adultos com mais de 50 anos.

"É claro que é importante que as pessoas com alto risco médico tomem a vacina contra a gripe, enquanto ela é abundante. Mas o que estamos perdendo em nossa abordagem atual é o entendimento de que a maioria da gripe é transmitida por crianças e adultos jovens. Eles nem sempre morrem por causa dela, mas eles são os únicos que espalham para todos os outros", afirma Medlock.

Os resultados da pesquisa mostraram que uma redução de 25 a 100% no número de mortes por gripe e suas complicações poderia ser alcançada se o uso atual vacina contra a gripe fosse deslocado para incluir muito mais crianças e adultos jovens, bem como os que estão em alto risco.

Um obstáculo, segundo os especialistas, é a relutância histórica para adicionar ainda mais vacinas para aqueles que já receberam e muitas vezes torna-la obrigatória para crianças em idade escolar. "Vacinar crianças poderia evitar uma grande quantidade de doenças e salvar muitas vidas em todas as idades, não apenas as crianças. Campanhas educativas mais agressivas para alcançar os jovens adultos também seriam úteis", conclui Medlock.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Gripe    Vacina    População mais jovem    Transmissão    Oregon State University    Jan Medlock   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Gripe    Vacina    População mais jovem    Transmissão    Oregon State University    Jan Medlock   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.