Geral
publicado em 09/06/2013 às 11h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Steve Dolan
John E. Morley, co-investigador do estudo e diretor das divisões de geriatria e endocrinologia em Saint Louis
  « Anterior
Próxima »  
John E. Morley, co-investigador do estudo e diretor das divisões de geriatria e endocrinologia em Saint Louis

Os níveis de fraqueza física podem indicar o risco de morte de pacientes acima de 70 anos, de acordo com pesquisadores da Saint Louis University, nos EUA.

A pesquisa sugere que todos os pacientes com mais de 70 anos devem ter seus níveis de fraqueza verificados para evitar a morte de idosos.

"A fraqueza é extremamente comum, afetando entre 5 e 10% daqueles que têm mais de 70 anos. As mulheres são mais susceptíveis a serem frágeis do que os homens. Ao longo de um período de tempo, a fraqueza leva ao aumento das taxas de mortalidade, pior funcionamento e aumento de internações. Ela é tratável e estamos pedindo aos médicos que gastem 15 segundos para realizar uma triagem, que poderia evitar maus resultados", afirma o pesquisador principal John Morley.

Enquanto ainda não são deficientes, aqueles que são frágeis têm menor força e resistência e dificuldade para realizar atividades diárias normais. Eles podem perder peso, ter vários problemas de saúde e são mais propensos a se tornarem dependente dos outros ou até mesmo morrer.

Representantes de sociedades médicas internacionais e nacionais reunidos em dezembro passado para explorar as características de fraqueza física e estabelecer diretrizes para o tratamento.

Além de recomendar a triagem da fraqueza para quem tem mais de 70 anos, o grupo sugeriu a verificação de adultos "mais jovens" que perderam uma quantidade significativa de peso por causa de uma condição crônica.

A recomendação é usar o questionário FRAIL que leva menos de 15 segundos, para ser administrado, segundo os pesquisadores. Outras ferramentas de baixo custo também pode acusar o problema.

A ferramenta FRAIL consiste em cinco perguntas e aqueles que responderem sim a pelo menos três, provavelmente são frágeis e devem consultar um médico para tratamento.

Fadiga: Você está cansado?

Resistência: Você tem dificuldade em subir um lance de escadas?

Aeróbico: Você é incapaz de andar pelo menos um quarteirão?

Doença: Você tem mais de cinco doenças?

Perda de peso: Você já perdeu mais de 5% do seu peso nos últimos seis meses?

A chave para o tratamento da fraqueza é descobrir a raiz de sua causa. Em muitos casos, uma vez que a condição é identificada, ela pode ser tratada com exercício aeróbico e de resistência, proteína e suplementos calóricos, vitamina D e redução dos medicamentos.

"Ambos os médicos de cuidados primários e especialistas precisam realizar a triagem para a fraqueza. Com o envelhecimento da nossa população, não podemos esperar e devemos implementar a triagem e gestão da fraqueza na prática clínica em todo o mundo", conclui Morley.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Fraqueza física    Fragilidade    Mortalidade    Saint Louis University    John Morley   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Fraqueza física    Fragilidade    Mortalidade    Saint Louis University    John Morley   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.