Geral
publicado em 08/06/2013 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Ziga Cetrtic/Foto Stock
Medicamento reduz as chances de mulheres desenvolverem câncer de mama
  « Anterior
Próxima »  
Medicamento reduz as chances de mulheres desenvolverem câncer de mama

O uso do medicamento tamoxifeno por 10 anos em vez de cinco anos reduz pela metade o risco de morte em mulheres com o tipo mais comum de câncer de mama, de acordo com pesquisadores da University of Birmingham, no Reino Unido.

O estudo mostrou que pacientes com câncer de mama receptor de estrogênio positivo que tomam tamoxifeno por mais tempo do que os cinco anos recomendados ficam mais protegidos contra a recorrência.

O estudo 'aTTom' avaliou quase 7 mil mulheres com câncer de mama que, depois de cinco anos tomando tamoxifeno, ou continuaram a tomar o medicamento por mais cinco anos ou interromperam o tratamento.

Entre as mulheres que tomaram tamoxifeno por 10 anos, 25% menos tiveram recorrência de câncer de mama câncer e 23% menos morreram, em comparação com as mulheres que tomaram a droga por apenas cinco anos.

"Esses resultados são importantes, pois estabelecem que fornecer tamoxifeno por mais tempo do que o padrão atual de cinco anos reduz significativamente o risco de o câncer de mama voltar. Os médicos agora estão propensos a recomendar tamoxifeno por mais cinco anos, e isso vai resultar em muito menos recorrência de câncer de mama e menos mortes em todo o mundo. O tamoxifeno é barato e amplamente disponível, assim, poderia ter um impacto imediato", afirma o líder da pesquisa Daniel Rea.

Apesar dos benefícios do tamoxifeno na prevenção do câncer de mama de retornar, ele tem efeitos colaterais. As mulheres que tomam tamoxifeno podem apresentar sintomas semelhantes aos da menopausa, como suores noturnos e ondas de calor. Os efeitos secundários raros, mas graves, do tamoxifeno incluem aumento do risco de câncer endometrial (câncer do revestimento do útero), coágulos e derrame.

Neste estudo não foi observado aumento na incidência do acidente vascular cerebral, com 10 anos de terapia com tamoxifeno, embora o risco de câncer de endométrio tenha sido maior.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Tamoxifeno    Câncer de mama    Câncer de mama receptor de estrogênio positivo    University of Birmingham    Daniel Rea   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.