Geral
publicado em 07/06/2013 às 10h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Anpet2000/Foto Stock
Pesquisa mostrou que aqueles bebês que foram amamentados por pelo menos três meses tiveram maior desenvolvimento da matéria branca do cérebro
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisa mostrou que aqueles bebês que foram amamentados por pelo menos três meses tiveram maior desenvolvimento da matéria branca do cérebro

Pesquisadores da Brown University, nos EUA, descobriram novas evidências de que o aleitamento materno beneficia o desenvolvimento do cérebro dos bebês.

Imagens de ressonância magnética, tiradas enquanto as crianças estavam dormindo, mostraram que aquelas que foram amamentadas exclusivamente por pelo menos três meses tiveram um maior desenvolvimento em partes importantes do cérebro em comparação com crianças alimentadas com fórmula ou uma combinação de fórmula e leite materno.

Os resultados foram publicados na revista NeuroImage.

O líder da pesquisa Sean Deoni e seus colegas usaram aparelhos de ressonância magnética especiais que visualizaram os cérebros dos bebês enquanto eles dormiam. A técnica de ressonância magnética olhou para a microestrutura da matéria branca do cérebro, o tecido que contém as fibras nervosas longas e ajuda diferentes partes do cérebro a se comunicarem umas com as outras.

Especificamente, a técnica procurou avaliar a quantidades de mielina, material que isola as fibras nervosas e acelera os sinais elétricos enquanto eles circulam no cérebro.

Deoni e seus colegas analisaram 133 crianças em idades que variaram de 10 meses a 4 anos. Todos os bebês tiveram tempo normal de gestação e todos vieram de famílias com condições socioeconômicas semelhantes.

O estudo mostrou que aqueles bebês que foram amamentados por pelo menos três meses tiveram maior desenvolvimento da matéria branca do cérebro. "Estamos descobrindo que a diferença [em crescimento de substância branca] é da ordem de 20 a 30%, comparando as crianças que receberam leite materno e as crianças não amamentadas", afirma Deoni.

Após realizarem um conjunto de testes cognitivos, a equipe notou maior desempenho de linguagem, recepção visual, desempenho e controle motor no grupo amamentado.

Segundo os investigadores, houve um aumento no crescimento do cérebro em bebês que foram amamentados por mais tempo, especialmente em áreas do cérebro ligadas com a função motora.

A equipe acredita que os resultados se somam a um corpo substancial de pesquisa que encontra associações positivas entre amamentação e a saúde do cérebro infantil.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Aleitamento materno    Amamentação    Cérebro dos bebês    Brown University    Sean Deoni   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Aleitamento materno    Amamentação    Cérebro dos bebês    Brown University    Sean Deoni   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.