Profissão Saúde
publicado em 05/06/2013 às 11h24:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná
Categoria pede melhor condição de trabalho, aumento do vale-transporte e redução da carga horária
  « Anterior
Próxima »  
Categoria pede melhor condição de trabalho, aumento do vale-transporte e redução da carga horária

Nesta terça-feira (4), médicos dos estados da Bahia e do Paraná realizaram paralizações por melhores condições salariais e de trabalho.

Em Salvador, a paralisação afetou o atendimento em 160 postos de saúde, segundo o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindmed).

De acordo com nota do Sindmed, a greve definida na assembleia do dia 28 de maio e ratificada nesta segunda (3), teve início à zero hora desta terça-feira. "Todos os médicos municipalizados, incluindo os dos CAPS, dos PSF, das UPA's, e do atendimento domiciliar, suspenderam as suas atividades por tempo indeterminado," afirma a nota.

Está marcada para esta quarta-feira (6) uma assembleia, às 19 horas, para discutir os possíveis avanços das negociações.

No Paraná, servidores de hospitais públicos de Londrina, Paranaguá, Francisco Beltrão e Cascavel interromperam o trabalho por doze horas, até as 19h. A categoria pede melhor condição de trabalho, aumento do vale-transporte e redução da carga horária.

A secretaria estadual da Saúde do estado (SESA) afirmou que não registrou problemas em hospitais no dia de manifestação programada pelo SindSaúde. " O trabalho dos servidores da saúde se mantém normal nas 60 unidades próprias da Sesa e foram registradas manifestações pontuais em quatro hospitais, o que, no entanto, não interferiu no atendimento da população" , informou o diretor de Recursos Humanos da Sesa, Romildo Sbrissia.

De acordo com informações divulgadas pelo Sind Saúde, "depois de praticamente um dia inteiro de diversos serviços suspensos, a imprensa de todo o Paraná foi até as unidades de saúde e hospitais saber o porquê da paralisação. Motivos é o que não faltam: condições de trabalho impróprias, demora na implantação do PCCV, auxílio transporte que já nasceu defasado, GAS com defasagem de 27%, Declaração Médica que não é aceita, estágio probatório que é prolongado por motivo de doença ou gravidez e assim por diante," afirmam os responsáveis pelo movimento.

" A secretaria da Saúde tem mantido um canal permanente de diálogo com o sindicato e todas as reivindicações da categoria estão em processo de análise e encaminhamento pelo governo do Estado" , ressaltou o secretário da Saúde em exercício, Rene Santos.

De acordo com Rene, o Plano de Cargos, Carreiras e Salários da saúde foi objeto de estudo de uma comissão formada por representantes da Sesa, Seap, SindSaúde e Conselho Estadual de Saúde por dez reuniões. A proposta está sendo analisada, inclusive sob o aspecto da Lei de Responsabilidade Fiscal, o que envolve a questão das 30 horas semanais.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Greve de médicos    Paraná e Bahia    Sindmed    SindSaúde    Romildo Sbrissia    Rene Santos   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Greve de médicos    Paraná e Bahia    Sindmed    SindSaúde    Romildo Sbrissia    Rene Santos   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.