Geral
publicado em 05/06/2013 às 09h43:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: UN Photo/Tim McKulka
Foto: UN Photo/Marco Dormino
Foto: UN Photo/Evan Schneider
Jovens procurando comida em um depósito de lixo no Sudão Mais de 30% de toda comida produzida no mundo vai parar nas lixeiras dos consumidores, vendedores, agricultores e transportadores Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU
  « Anterior
Próxima »  
Jovens procurando comida em um depósito de lixo no Sudão
Mais de 30% de toda comida produzida no mundo vai parar nas lixeiras dos consumidores, vendedores, agricultores e transportadores
Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU

Todos os anos, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçados no mundo. O índice veio como um alerta da Organização das Nações Unidas (ONU) no Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta terça-feira (5).

Segundo representantes do Programa da ONU para o Meio Ambiente (Pnuma) mais de 30% de toda comida produzida no mundo vai parar nas lixeiras dos consumidores, vendedores, agricultores e transportadores.

Esse desperdício, da ordem de US$ 1 trilhão, seria suficiente para alimentar 870 milhões de pessoas.

Para o secretário-geral Ban Ki-moon , o desperdício chega a ser "uma ofensa para os que têm fome e representa um custo enorme para o meio ambiente, em termos de energia, terra e água".Os alimentos descartados desperdiçam energia e combustível usados para o seu transporte. Além disso, a decomposição de comida elimina uma grande quantidade do gás metano.

A campanha

Com base nestes cenários, a ONU lançou uma campanha para aumentar a conscientização sobre o problema. Do Rio de Janeiro, a coordenadora do Pnuma no Brasil, Denise Hamú, falou sobre o tema da iniciativa.

A campanha "Pensar.Comer.Conservar. Diga não ao desperdício", que está sendo discutida no mundo todo, nos mostra como os resultados do desperdício de alimentos que estão próprios para consumo afetam a população mundial.

Denise Hamú participou do lançamento da Semana do Meio Ambiente, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. No evento, o cientista Luiz Pinguelli Rosa, afirmou ser possível erradicar a pobreza e preservar o meio ambiente, desde que haja uma mudança na atitude dos consumidores. "É possível sim, mudando o elevadíssimo padrão de consumo das camadas mais ricas de todas as sociedades, incluindo as sociedades dos países em desenvolvimento, como o Brasil. É inevitável aumentar a produção de alimentos para atender a demanda do mundo."

Para isso, Pinguelli Rosa indica a promoção de um modelo de agricultura de baixo carbono, que permitiria reduzir a expansão da área agrícola, não só para a produção de alimentos, como também para produtos de exportação.

Neste ano, a Mongólia foi o país escolhido como sede das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente.

Com informações da Rádio ONU

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Desperdício de alimentos    Dia Mundial do Meio Ambiente    Pnuma    ONU    Ban Ki-moon    Denise Hamú   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
desperdício de alimentos    Dia Mundial do Meio Ambiente    Pnuma    ONU    Ban Ki-moon    Denise Hamú   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.