Ciência e Tecnologia
publicado em 04/06/2013 às 11h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

O Laboratório de Avaliação e Condicionamento em Reumatologia (Lacre), do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), desenvolve pesquisa inédita com suplemento alimentar à base de creatina (composto natural sintetizado pelo próprio organismo) que melhora a função muscular dos pacientes com fibromialgia. De acordo com a médica reumatologista Fernanda Lima, responsável pelo Lacre, 80% dos pacientes que fizeram uso da creatina apresentaram aumento do conteúdo de fosfocreatina intramuscular.

O estudo, duplo cego, controlado por placebo, foi realizado em 16 semanas e envolveu 28 pacientes, com idade de 48 anos. Os participantes foram divididos em dois grupos: um grupo recebeu o suplemento alimentar e o outro grupo recebeu placebo. Ambos realizaram um programa de treinamento físico no próprio Lacre, durante o tratamento.

Antes e após as 16 semanas de estudo, os participantes foram submetidos à avaliação da função muscular, condicionamento aeróbio, função cognitiva, qualidade do sono, função renal e eventos adversos. O conteúdo de fosfocreatina muscular também foi medido no exame de espectroscopia por ressonância magnética de fósforo.

O grupo que recebeu creatina apresentou 80,3% a mais de concentração de fosfocreatina muscular, enquanto o grupo que recebeu placebo registrou aumento de 2,7%. A força muscular nos exercícios de membros superiores e inferiores aumentou em 9,8% e 1,2%, respectivamente, e a força isométrica em 6,4%.

Também não foram relatados efeitos colaterais, reforçando a segurança do uso da creatina nos pacientes. " Embora não tenha havido diferença entre os grupos nos fatores dor, condicionamento aeróbio e qualidade de sono, observou-se significativo ganho de força muscular tanto no segmento inferior, quanto superior do corpo" , aponta a médica.

O aumento da força muscular traz uma série de facilidades para os pacientes com fibromialgia. " Ele reduz a incapacidade física, beneficia a execução das atividades da vida diária, como subir e descer escada e ir ao supermercado" , afirma Fernanda.

Os resultados são o primeiro passo para uma possível padronização do suplemento como tratamento adjuvante no HC e na rede pública para garantir um bom desempenho no dia-a-dia dos portadores da fibromialgia.

Agora, os especialistas irão investigar, por um período maior de tempo e amostragem, a eficácia da creatina no combate aos sinais e sintomas dessa doença reumatológica que causa dores musculares, fadiga, distúrbios de sono e cognitivos e dor em pontos específicos sob pressão.

Fonte: USP
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
suplemento alimentar à base de creatina    creatina    fosfocreatina intramuscular    Laboratório de Avaliação e Condicionamento em Reumatologia    Lacre    HC da USP    USP    Fernanda Lima       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.