Saúde Pública
publicado em 31/05/2013 às 14h29:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Incor
Exposição está dividida em três blocos temáticos:
  « Anterior
Próxima »  
Exposição está dividida em três blocos temáticos: " A Verdade sobre o Cigarro" ; "20 Anos de Comemoração do Dia Mundial sem Tabaco" e " Ambientes Saudáveis e Livres do Tabaco"

O Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas da FMUSP realiza uma exposição sobre a história da Lei Antifumo paulista. A mostra está dividida em três blocos temáticos: " A Verdade sobre o Cigarro" ; " 20 Anos de Comemoração do Dia Mundial sem Tabaco" ; e " Ambientes Saudáveis e Livres do Tabaco" .

Aberta até 30 de junho, a exposição foi organizada pelas áreas de Cardiologia e de Pneumologia do Programa de Tratamento do Tabagismo do Instituto e a Vigilância Sanitária Estadual. A exposição, que está instalada no andar térreo do hospital, é aberta ao público e vai mostrar, por meio de várias fotos, a história da Lei Antifumo, os benefícios que a medida trouxe aos não fumantes, entre outros dados referentes ao tema, como, por exemplo, as estratégias de propaganda da indústria para aumentar seu consumo.

Outro destaque da exposição é a pesquisa em parceria Incor e Vigilância Sanitária que avalia positivamente o impacto da lei sobre a qualidade do ar em ambientes fechados em São Paulo. A Lei Antifumo, em três anos e dez meses de vigência, conta com 99,7% de adesão. Entre os estabelecimentos vistoriados, apenas três foram interditados. Um levantamento da Secretaria apontou que desde agosto de 2009, foram realizadas 913,7 mil inspeções e 2.275 multas foram aplicadas. O objetivo principal da legislação é combater o tabagismo passivo, terceira causa de morte evitável segundo a OMS, assegurando ambientes saudáveis e livres do tabaco.

" O nosso índice de adesão é maior do que nos outros países com leis semelhantes, o que mostra que os paulistas reconheceram os riscos do tabagismo passivo e perceberam a importância da Lei Antifumo, uma lei de saúde pública. Agora, podemos dizer que o Estado de São Paulo está livre do fumo passivo" , afirma Maria Cristina Megid, diretora do Centro de Vigilância Sanitária (CVS), órgão da Secretaria.

Pesquisa feita em abril pelo Datafolha na cidade de São Paulo, mostra que 98% dos não fumantes consideram que os locais públicos fechados ficaram mais agradáveis após a implantação da Lei Antifumo e 71% dos fumantes sentem-se beneficiados com a medida paulista. Além disso, cerca de 93% dos não fumantes e 75% dos fumantes consideram importante a implementação de uma lei antifumo nacional.

Um dos principais motivos do sucesso da lei são as fiscalizações ininterruptas, realizadas diariamente pela Vigilância Sanitária Estadual, Procon-SP e mais 4 mil agentes de vigilâncias sanitárias municipais. A população também pode ajudar a fiscalização, fazendo denúncias pelo 0800 771 3541 ou pelo portal leiantifumo.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Lei Antifumo paulista    exposição sobre a Lei Antifumo paulista    história da Lei Antifumo paulista    Leia Antifumo    Instituto do Coração    Incor   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.