Ciência e Tecnologia
publicado em 29/05/2013 às 10h55:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: University of Alberta
Sambasivarao Damaraju, pesquisador envolvido no estudo
  « Anterior
Próxima »  
Sambasivarao Damaraju, pesquisador envolvido no estudo

Pesquisadores da Universidade de Alberta, nos Canadá, descobriram um marcador genético para o câncer de mama esporádico, um dos poucos identificados até o momento em caucasianos.

Estudos anteriores identificaram vários marcadores genéticos para o câncer de mama familiar, mas não para o câncer de mama esporádico, que responde por 80% de todos os casos de câncer de mama.

A equipe, liderada por Sambasivarao Damaraju, analisou o DNA de cerca de 7.200 mulheres em Alberta, incluindo aquelas que tiveram câncer de mama esporádico e aquelas que não tiveram câncer. Os genomas foram digitalizados a partir de DNA isolado do sangue.

Os resultados mostraram que mulheres que tiveram câncer de mama esporádico tinham um marcador genético no cromossomo 4, marca que nunca foi associada a casos familiares de câncer de mama.

"A frequência da ocorrência deste marcador foi estatisticamente significativa. Os fatores genéticos que predispõem as mulheres ao câncer de mama é um assunto de intensa investigação no mundo da pesquisa. Enquanto 60 a 70 fatores de risco genéticos foram identificados para o câncer de mama familiar, não sabemos muito sobre os fatores de risco genético para o câncer de mama esporádico. Então, essa descoberta é emocionante, e nos mostra ser necessária mais investigação nesta área", afirma Damaraju.

As conclusões da equipe foram publicados recentemente na revista PLoS ONE.

Damaraju e sua equipe estão continuando seu trabalho neste campo muito jovem (o primeiro marcador genético para a predisposição ao câncer de mama foi relatado em 2007). Ele diz que mais pesquisas são necessárias para identificar marcadores genéticos para câncer de mama esporádico. "Fatores de estilo de vida representam dois terços do risco associado ao câncer de mama, enquanto que o terço restante do risco é atribuído à genética", conclui o pesquisador.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
câncer de mama esporádico    marcador genético    Universidade de Alberta    Sambasivarao Damaraju   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.