Geral
publicado em 28/05/2013 às 17h40:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Pfizer
O Lybrido terá uma droga semelhante ao Viagra, que já acumula vendas de R$ 1,5 bilhão ao ano
  « Anterior
Próxima »  
O Lybrido terá uma droga semelhante ao Viagra, que já acumula vendas de R$ 1,5 bilhão ao ano

Mulheres poderão em breve ser capaz de comprar sua própria versão do medicamento Viagra. A nova pílula, chamada Lybrido, promete aumentar o desejo de uma mulher para o sexo, e torná-lo mais satisfatório quando isso acontece.

O medicamento usa uma combinação de testosterona e de uma droga semelhante ao Viagra, que funciona tanto no cérebro quanto no corpo para aumentar a sinalização da libido.

Resultados experimentais bem sucedidos indicam que a droga poderia ser comercializada dentro de três anos.

O medicamento se mostrou eficaz para mulheres com baixo desejo sexual e motivação como resultado da insensibilidade aos estímulos sexuais.

Lybrido aumenta motivação sexual central e a resposta sexual fisiológica, tal como o inchaço do tecido eréctil e lubrificação vaginal.

Com vendas mundiais de Viagra em quase R $ 1,5 bilhão por ano, os cientistas já tentaram criar uma versão para o mercado feminino. No entanto, as tentativas anteriores não conseguiram, porque a baixa libido feminina muitas vezes decorre de fatores psicológicos tanto quanto fatores físicos.

Agora, pesquisadores da empresa holandesa Emotional Brain, acreditam que resolveram o problema com um comprimido dois-em-um, que deve ser tomado três horas e meia antes do sexo.

Ele contém uma droga semelhante ao Viagra em um revestimento de testosterona e hortelã. Separadamente, nenhum medicamento pode elevar a sensação de libido feminina, mas, juntos, eles podem fornecer o impulso necessário. O efeito físico do Viagra amplifica o efeito da testosterona sobre os centros de prazer do cérebro.

Um estudo envolvendo mais de 200 mulheres em os EUA acaba de terminar. Os resultados completos ainda estão sob sigilo, mas o pesquisador Adriaan Tuiten os descreve como "muito, muito promissores".

Segundo Tuiten, com a droga, as mulheres fizeram amor com mais frequência e eram mais propensas a atingir o orgasmo. Mas alguns efeitos colaterais apareceram, incluindo dores de cabeça e rubor da face ou pescoço.

Ele agora planeja realizar um teste maior, e espera colocar o medicamento no mercado na Europa e nos EUA no final de 2016.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Viagra feminino    Desejo sexual    Lybrido    Libido    Viagra    Emotional Brain    Adriaan Tuiten   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Viagra feminino    desejo sexual    Lybrido    libido    Viagra    Emotional Brain    Adriaan Tuiten   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.