Saúde Pública
publicado em 17/05/2013 às 15h09:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A taxa de gordura com risco de desenvolvimento de doenças ligadas à obesidade, a exemplo de diabetes tipo 2 e cardiopatias, atinge 58% dos paulistanos. É o que aponta estudo do Programa Meu Prato Saudável. Enquanto 58% das pessoas que passaram pelo teste de bioimpedância apresentaram risco de doenças causadas pela obesidade, o IMC acusou obesidade em 35%." Isto preocupa, pois muitas pessoas pensam que estão com o IMC dentro dos limites normais, mas têm acúmulo de gordura corporal dentro do abdômen, indicador de risco para diabetes, hipertensão e outras doenças" , afirma a médica Elisabete Almeida, diretora-executiva do Meu Prato Saudável.

A avaliação nutricional por bioimpedância é um teste que dura cerca de 5 minutos, e determina quanto de massa gorda a pessoa tem. Ele mostra quanto é água, quanto é músculo e quanto é gordura. Entre as mulheres paulistanas, 69% apresentaram risco de doenças pela obesidade e 93% tiveram níveis de gordura considerados acima do ideal. Já entre os homens 37% tiveram constatado o risco de doenças e 79% tiveram taxa de gordura acima do ideal.

Para se determinar a faixa de peso ideal, o método mais utilizado atualmente é o Índice de Massa Corporal (IMC). " Porém, ele pode subestimar a gordura corporal por não diferenciá-la da massa muscular" , observa a médica.

No total, cerca de 400 pessoas passaram por testes de bioimpedância, aferição de IMC (Índice de Massa Corpórea) ou medição de circunferência abdominal. De 126 adultos, entre homens, mulheres e adolescentes, que passaram pelo teste de bioimpedância em evento comemorativo do Dia Mundial da Saúde, realizado em 5 de abril no Páteo do Colégio, centro de SP, 88% apresentaram níveis de gordura acima do considerado ideal.

O mutirão ainda mediu a circunferência abdominal. Por esse teste passaram 270 pessoas, das quais 175 mulheres e 95 homens. Entre as mulheres 85% apresentaram risco aumentado ou substancialmente aumentado de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Já entre os homens esse índice foi de 69%.

A circunferência abdominal considera risco aumentado quando igual ou maior a 94 centímetros para homens e igual ou maior do que 80 centímetros para mulheres. Já o risco substancialmente aumentado é constatado quando a circunferência abdominal é igual ou maior que 102 centímetros para homens e igual ou maior que 88 centímetros para mulheres.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Programa Meu Prato Saudável    teste de bioimpedância    índice de massa corpórea    medição da circunferência abdominal    Páteo do Colégio    Dia Mundial da Saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.