Saúde Pública
publicado em 13/05/2013 às 19h57:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Levantamento realizado no estado de São Paulo aponta que, enquanto a notificação de novos casos de Aids entre jovens adultos caiu 35% em uma década, a incidência entre idosos aumentou em 26% no mesmo período. De acordo com dados do Boletim Epidemiológico do Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/Aids, em 2001 foram registrados 253 novos casos em pessoas acima de 60 anos, contra 318 em 2011. Entre pessoas com idade de 15 a 39 anos, em 2001 foram 6.669 novos casos, contra 4.338 em 2011.

De acordo com a médica do CRT DST/Aids, Carmen Silvia Bruniera Domingues, a principal categoria de exposição ao vírus na terceira idade é a heterossexual. Além disso, a especialista salienta que, até 2007, a proporção de infecção era de dois homens para uma mulher. Entretanto, após 2008, tornou-se um homem para uma mulher infectada com a doença.

" Estudos apontam que o diagnóstico tardio pode acontecer por puro preconceito social em relação ao sexo, com demonstração de vergonha por parte do individuo infectado" , alerta Carmen Silvia.

A médica ainda ressalta as mudanças comportamentais para explicar o avanço da doença entre idosos, com aumento das atividades sexuais em faixas etárias mais elevadas, o que elevaria à exposição das pessoas às doenças sexualmente transmissíveis.

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, localizado na região central da capital, mantém um ambulatório voltado exclusivamente ao atendimento do idoso. Cerca de 300 pacientes, portadores de Aids ou outra doenças sexualmente transmissíveis, realizam acompanhamento no serviço.

Já no Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia (IPGG), centro de referência ao idoso localizado na zona Leste da capital, são realizadas atividades de orientação contra Aids e DSTs na terceira idade.

Uma vez por mês, durante o bailão que acontece às sextas-feiras na unidade, uma equipe de profissionais da área da saúde tiram as dúvidas dos participantes quanto ao uso da camisinha, realização de sexo seguro e prevenção de contágio.

Além disso, no espaço que acontece o baile, há um display para retirada gratuita de preservativos. Até o final do ano, o serviço ainda treinará cerca de 10 idosos para participarem de ações educativas e se tornarem multiplicadores de orientações com relação à prevenção da Aids e DSTs.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
aids em idosos    Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/Aids    Carmen Silvia Bruniera Domingues    Instituto de Infectologia Emílio Ribas    Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.