Ciência e Tecnologia
publicado em 10/05/2013 às 10h03:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Kurt Stepnitz/MSU
Foto: Kurt Stepnitz/MSU
Mosquitos infectados pela bactéria em laboratório da MSU O pesquisador da MSU, Zhiyong Xi
  « Anterior
Próxima »  
Mosquitos infectados pela bactéria em laboratório da MSU
O pesquisador da MSU, Zhiyong Xi

Estudo publicado na revista Science comprovou que a transmissão da malária através de mosquitos aos seres humanos pode ser interrompida com o uso de uma espécie de bactéria Wolbachia nos insetos. A Wolbachia agiria como uma vacina contra os parasitas da malária. Sem desenvolver os parasitas, os mosquitos param de infectar os humanos.

" Esta estratégia de controle da malária baseada na Wolbachia foi discutida nas últimas duas décadas, mas nosso trabalho é o primeiro a demonstrar que Wolbachia pode ser estabelecida de forma estável em um vetor chave da malária, o Anopheles stephensi," disse Zhiyong Xi, professor da Universidade do Estado de Michigan (MSU) e um dos responsáveis pelo estudo.

A chave para a pesquisa da malária foi identificar as espécies corretas de Wolbachia wAlbB e injetá-la em embriões de mosquitos. A linha de mosquito derivado da fêmea injetada pelos pesquisadores manteve a infecção com a Wolbachia wAlbB com uma frequência de 100% até a 34ª geração. " Este número de gerações pode crescer ainda mais, a 34ª foi a última que pesquisamos até agora," afirma Xi. A equipe, então, introduziu várias fêmeas infectadas por Wolbachia em uma população de mosquitos não infectados.

A base para as mais recentes descobertas Xi s está ligada ao sucesso de seu trabalho usando Wolbachia para deter a dengue. Para esta pesquisa, a bactéria foi injetada nas espécies Aedes aegypti e Aedes albopictus. Este trabalho ajudou a lançar um esforço global para desenvolver estratégias baseadas em Wolbachia para eliminar a dengue e outras doenças.

Em 2010, a malária afetou mais de 219 milhões de pessoas causando 600 mil mortes em todo mundo. Esta abordagem apresenta uma saída mas eficaz e barata para diminuir a epidemia, principalmente em países mais pobres.]

Veja o abstract do estudo

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Malária    Bactérias Wolbachia    Wolbachia    Zhiyong Xi    Michigan State University    Mosquitos    Vetores da malária    Vetores   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
malária    bactérias Wolbachia    Wolbachia    Zhiyong Xi    Michigan State University    mosquitos    vetores da malária    vetores   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.