Saúde Pública
publicado em 08/05/2013 às 13h12:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Ministério da Saúde
Foto: Suzanna Klaucke
Primeiro dia de vida de um recém-nascido é o dia mais perigoso Harriet, de Uganda, segura seu filho, Pius, que não estava respirando quando nasceu
  « Anterior
Próxima »  
Primeiro dia de vida de um recém-nascido é o dia mais perigoso
Harriet, de Uganda, segura seu filho, Pius, que não estava respirando quando nasceu

Mais de 1 milhão de bebês morrem no dia em que nascem anualmente em todo o mundo, de acordo com um novo relatório divulgado pela organização Save the Children, dos EUA.

Os dados sugerem que o primeiro dia de vida de um recém-nascido é o dia mais perigoso e revelam que muitas destas mortes poderiam ser evitadas se mais medidas de segurança de saúde fossem implementadas.

As informações são da primeira análise global da prevalência de mortes entre bebês no primeiro dia de vida.

Além destes resultados, o relatório também inclui dados sobre qual país é o melhor lugar para ser mãe. O índice classificou os países de acordo com sua educação, renda e representação política feminina em geral e chance de sobrevivência.

Segundo os pesquisadores, a Finlândia foi classificada como o melhor país para ser mãe, e a República do Congo, o pior.

Os Estados Unidos se classificaram como o 30º melhor lugar para ser mãe, logo acima do Japão e da Coréia do Sul, mas abaixo de toda a Europa Ocidental, Austrália, Eslovênia, Cingapura, Nova Zelândia, Estônia, Canadá, República Checa, Israel, Bielorrússia, Lituânia e Polónia.

Índice de Risco no Dia do Nascimento

O novo Índice de Risco no Dia do Nascimento é uma ferramenta desenvolvida para calcular o risco de um bebê morrer em seu primeiro dia de vida.

Um total de 186 países foi avaliado utilizando esta nova ferramenta.

A análise, que foi realizada pela Save the Children e a London School of Hygiene & Tropical Medicine, revelou que os bebês nascidos nos Estados Unidos têm mais risco de morte no primeiro dia do que os nascidos em 68 outros países.

Entre os países desenvolvidos cerca de 60% de todas as mortes de primeiro dia ocorrem nos Estados Unidos. Em 2011, cerca de 11.300 bebês americanos morreram em seu primeiro dia.

"É difícil imaginar a profundidade da dor de uma mãe na perda de seu bebê no mesmo dia em que ela dá à luz, e muito menos um milhão de vezes. Contudo, este relatório está cheio de esperança. Isso mostra que há um movimento crescentes para salvar vidas de recém-nascidos e evidências crescentes de que podemos fazer isso", afirma Carolyn Miles, presidente e CEO da Save the Children.

SavetheChildrenUSA
CarolynMilesSOWM

A taxa de mortalidade infantil mundial caiu drasticamente ao longo das últimas duas décadas, de cerca de 12 milhões de mortes por ano, para 7 milhões.

No entanto, dessas mortes, cerca de 43% ocorrem entre recém-nascidos, 15% das mortes ocorrem no primeiro dia de vida.

A maioria das mortes entre recém-nascidos são devido a prematuridade ou infecções graves. Os EUA têm uma elevada taxa de prematuridade em comparação com outras nações desenvolvidas.

A Índia é o país com mais mortes do primeiro dia, com mais de 300 mil ocorrendo a cada ano. Luxemburgo, Cingapura e Suécia têm a menor (apenas 0,5 por mil).

Quatro produtos poderiam salvar milhões de vidas

O relatório também indica que existem quatro produtos subutilizados que poderiam salvar milhões de vidas de recém-nascidos. Os produtos (que são baratos e custam menos de US$ 6), incluem:

Um dispositivo de reanimação para ajudar a respiração;

O antisséptico Clorexidina que impede a infecção;

Antibióticos injetáveis;

Injeções de esteróides pré-natais para melhorar o desenvolvimento de pulmão entre os bebês prematuros.

"Hoje sabemos que o primeiro dia de vida oferece oportunidade inigualável para salvar vidas e preparar o terreno para um futuro saudável. Uma nova análise mostra que o uso mais amplo de quatro produtos de baixo custo no nascimento poderia evitar anualmente 1 milhão de mortes no primeiro mês de vida", afirmam os autores.


SavetheChildrenUSA
First Moments: Mothers Reflect on Love at First Sight for their Newborn Babies

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Mortalidade infantil    morte no primeiro dia de vida    recém-nascidos    Save the Children    Carolyn Miles   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.