Geral
publicado em 02/05/2013 às 20h33:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Para alertar a população masculina sobre os riscos do câncer de próstata, um grupo do Instituto Lado a Lado fez nesta quinta(2), na Praça da Sé, região central de São Paulo, uma ação de conscientização, na qual distribuiu folhetos e combateu o preconceito contra o exame de toque retal. A ação é continuidade da campanha " Um toque, um drible" , que já é desenvolvida pelo instituto.

Desta vez, ao conversar com os homens, o grupo tirou fotografias dos abordados segurando um cartaz onde estava escrito " Seu preconceito não me representa" . As fotos vão para um mural no site da campanha - www.umtoqueumdrible.com.br -, que traz informações amplas sobre o câncer de próstata e tudo o que envolve a doença.

De acordo com a supervisora de comunicação do Instituto Lado a Lado, Juliana Lamota, a campanha quer mostrar que o exame de toque retal não é desconfortável nem altera a masculinidade, além de ser imprescindível, porque não há um exame que o substitua.

" Queremos mostrar que o preconceito não vai levar a nada. Se a pessoa for detectada com câncer em estágio mais avançado tem chance de cura muito inferior à que teria se fosse diagnosticada no início" .

" O objetivo da ação de hoje é tirarmos as fotos para o mural. As pessoas podem tirar a própria foto com uma webcam ou, se preferirem, podem fotografar com o celular usando o [aplicativo] Instagram. Usando a hashtag seupreconceitonaomerepresenta, a foto já entra automaticamente no mural" , explicou Juliana.

O câncer de próstata é o mais comum entre os homens e, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o número de casos da doença ultrapassou 60 mil em 2012. A estimativa é que um em cada seis homens tenha câncer de próstata no futuro. " Por isso é importante a consciência de fazer o exame, não só a partir dos 50 anos. A ideia é que [o homem], desde jovem, já esteja ciente de que vai ter que fazer o exame e que isso não é um martírio, e sim simplesmente um cuidado com a saúde" .

O mecânico aposentado Mariano Lacerda tem 64 anos e faz tratamento de um tumor benigno na próstata há seis anos. Ele descobriu que havia alguma coisa errada ao perceber que não conseguia mais urinar. Procurou o médico e foi diagnosticado. A falta de tempo devido à corrida diária e ao trabalho foi o principal motivo que o impediu de fazer os exames logo que os sintomas surgiram.

" Eu posso falar para todos deixarem o preconceito de lado e colocarem a saúde em primeiro lugar. Eu não fiz o exame não por preconceito, mas porque não tinha tempo nem para respirar. Mas quando descobri o problema, deixei ao comando do médico" .

O aposentado de 68 anos Sebastião Venturelli contou que faz o exame desde os 40 anos e avaliou esse hábito como muito importante para a preservação e prolongamento a vida. " Eu nunca tive preconceito e até apoio a ideia de preservarmos a nossa saúde, porque o índice de câncer de próstata é alarmante no nosso país justamente por causa do preconceito" .

Venturelli disse que tem muitos amigos que são preconceituosos, e para tentar mudar a resistência deles faz brincadeiras sobre o exame. " Na brincadeira, eu já consegui convencer muitos a irem ao médico" .

Fonte: AGÊNCIA BRASIL
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Seu preconceito não me representa    câncer de próstata    exame de próstata    exame de toque retal    preconceito contra exame de próstata    Instituto Lado a Lado    Instituto Nacional de Câncer   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.