Geral
publicado em 01/05/2013 às 10h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Identificada, pela primeira vez, proteína-chave do cérebro afetada pelo consumo de álcool
  « Anterior
Próxima »  
Identificada, pela primeira vez, proteína-chave do cérebro afetada pelo consumo de álcool

Pesquisadores da Universidade do Texas em Austin, nos EUA e do Instituto Pasteur, na França identificaram, pela primeira vez, uma proteína-chave do cérebro que é afetada pelo consumo de álcool.

A pesquisa representa um grande passo no caminho para o desenvolvimento de drogas capazes de perturbar a interação entre o álcool e o cérebro.

"Agora que identificamos esta proteína-chave do cérebro e compreendemos sua estrutura, é possível imaginar o desenvolvimento de uma droga que pode bloquear o local de ligação", afirma o pesquisador Adron Harris.

Harris e seus colegas descreveram na revista Nature Communications a estrutura da proteína do cérebro, denominada de canais iônicos ligante-dependentes, elemento essencial de muitos dos efeitos fisiológicos e comportamentais primários do álcool.

De acordo com Harris, evidências anteriores sugeriram que esses canais iônicos são sítios de ligação importantes para o álcool. Os investigadores não puderam provar, no entanto, porque eles não conseguiram cristalizar a proteína do cérebro bem o suficiente e, portanto, não puderam utilizar cristalografia de raios X para determinar a estrutura da proteína com e sem a presença do álcool.

"Para muitos de nós no campo de pesquisa sobre o álcool, isto tem sido um Santo Graal, encontrar um sítio de ligação para o álcool sobre as proteínas cerebrais e mostrá-lo com cristalografia de raios-X. Mas isso não foi possível, porque não é possível obter um bom cristal", observa Harris.

A descoberta veio quando Marc Delarue e seus colegas do Instituto Pasteur sequenciaram o genoma de cianobactérias Violaceus Gloeobacter. Eles observaram uma sequência de proteína de bactéria que é muito similar à sequência de um grupo de canais iônicos no cérebro humano. Eles foram capazes de cristalizar essa proteína.

Em colaboração com os pesquisadores franceses, Harris e seus colegas mudaram um aminoácido e tornaram a cianobactéria sensível ao álcool, e, em seguida, cristalizaram ambas as bactérias originais e a mutante. Eles compararam as duas para ver se conseguiam identificar onde o álcool se vinculava à mutante. Com novos testes eles confirmaram que aquele era um local significativo.

A próxima etapa, segundo Harris, é usar ratos para observar como as mudanças na proteína-chave afetam o comportamento quando os ratos consomem álcool.

Eles também esperam identificar outras proteínas importantes desta família de canais iônicos ligante-dependentes. Em longo prazo, ele espera desenvolver drogas que atuam sobre essas proteínas de forma a ajudar as pessoas a diminuir ou cessar o vício em bebida.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Álcool    Proteína-chave    Consumo de álcool    Universidade do Texas em Austin    Adron Harris   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Álcool    proteína-chave    consumo de álcool    Universidade do Texas em Austin    Adron Harris   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.