Geral
publicado em 25/04/2013 às 12h12:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Life Science
Cientistas alemães descobriram um novo mecanismo que controla a fertilidade do óvulo
  « Anterior
Próxima »  
Cientistas alemães descobriram um novo mecanismo que controla a fertilidade do óvulo

Cientistas da Johannes Gutenberg-Universität Mainz, na Alemanha, descobriram um novo mecanismo que controla a fertilidade do óvulo. A pesquisa pode representar a base para o desenvolvimento de novas formas de tratamento de infertilidade.

A equipe, liderada por Walter Stocker, demonstrou que a proteína do sangue fetuína-B desempenha um papel importante e até então desconhecido na fertilização de ovócitos. Fetuína-B, identificada pela primeira vez em 2000, é formada no fígado e secretada para a corrente sanguínea.

Durante um projeto de pesquisa em conjunto com pesquisadores da RWTH Aachen University, Stocker descobriu que fetuína-B contribui para a fertilidade do óvulo, regulando o endurecimento da zona pelúcida que protege os oócitos.

Os resultados foram publicados na revista científica Developmental Cell.

Os cientistas descobriram que ratos fêmeas sem fetuína-B eram inférteis, embora seus ovários tenham se desenvolvido normalmente. No entanto, a fertilidade foi restaurada quando os ovários foram transplantados em camundongos selvagens com produção normal de fetuína-B. "Isto demonstra que não eram os próprios ovários, mas sim a proteína fetuína-B, que determinou se os ratos eram férteis ou não", explica Stocker.

Os oócitos dos seres humanos e de outros mamíferos são cercados por um invólucro de proteção chamado zona pelúcida. Este envelope endurece imediatamente após a fertilização bem sucedida da célula do ovo por um espermatozoide, o que significa que o esperma subsequente é incapaz de penetrar o óvulo, evitando assim a fertilização múltipla (poliespermia).

O endurecimento da zona pelúcida é desencadeado pela enzima ovastacin. Ovastacin é armazenado em vesículas dentro da célula do ovo e, quando o primeiro espermatozoide penetra o óvulo, a protease é descarregada para o espaço entre a célula do ovo e a zona pelúcida, o que é conhecido como reação cortical.

No entanto, pequenas quantidades de ovastacin escoam continuamente das células de ovos não fertilizados e isso iria fazer com que a zona pelúcida se endurecesse antes do primeiro esperma poder penetrar. "É o papel da fetuína-B garantir que estas pequenas quantidades de ovastacin que escapam sejam inativadas de modo a que os oócitos possam ser fertilizados. No entanto, uma vez que um espermatozoide penetra o óvulo, a reação cortical será desencadeada e a quantidade de ovastacin vai sobrecarregar a capacidade de inibição da fetuína-B e iniciar o processo de endurecimento", explica Stocker.

De acordo com os pesquisadores, esta é a primeira vez que o endurecimento prematuro da zona pelúcida foi mostrado como possível causa de infertilidade. Assim, eles acreditam que isto poderia representar a base para o desenvolvimento de novas formas de tratamento de infertilidade.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Fertilidade    fertilização do óvulo    infertilidade    fetuína-B    Johannes Gutenberg-Universität Mainz    Walter Stocker   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.