Geral
publicado em 24/04/2013 às 10h12:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Cientistas da Universidade de South Florida, nos EUA, descobriram que uma família de proteínas, conhecidas como fatores AP2, que evoluíram a partir dos reguladores de floração nas plantas, permite a transição da toxoplasmose aguda para a fase crônica.

A descoberta pode ajudar a resolver o mistério de como este parasita unicelular estabelece infecções ao longo da vida das pessoas.

Os resultados demonstram que fatores AP2 são fundamentais para criar um "interruptor" de desenvolvimento que permite a transição de uma forma aguda de divisão rápida e destrutiva do parasita Toxoplasma gondii no tecido saudável para uma fase crônica invisível para o sistema imunitário.

Eles identificaram um fator, AP2IX-9, que parece restringir o desenvolvimento de quistos do Toxoplasma que se instalam em diversos tecidos tranquilamente, mais geralmente o cérebro do hospedeiro.

"Uma melhor compreensão de como o mecanismo do interruptor funciona pode levar a maneiras de bloquear as infecções crônicas por Toxoplasma", afirma o investigador principal Michael White.

Nenhuma droga ou vacina existe atualmente para tratar ou prevenir a fase crônica da doença. O parasita T. gondii pode permanecer invisível para o sistema imunológico durante anos e, em seguida, se reativar quando a imunidade diminui, aumentando o risco de doença recorrente.

"A história evolutiva do Toxoplasma é fascinante. Nós ficamos fascinados ao descobrir que fatores AP2 que controlam como uma flor se desenvolve e como as plantas respondem à falta de condições de solo e água foram adaptados para trabalhar dentro de um parasita intracelular humano", afirma White.

Segundo os pesquisadores, o estudo mostrou que, assim como os fatores AP2 ajudam a planta sobreviver a um ambiente estressante, os fatores AP2 de T. gondii ajudam o parasita a decidir quando é o momento certo para crescer ou quando formar um cisto de tecido que pode permanecer latente nas pessoas por muitos anos.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

usfhealth
Proteínas dinâmicas

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Toxoplasmose    T. gondii    Fase crônica    Fatores AP2    Universidade de South Florida    Michael White   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Toxoplasmose    T. gondii    fase crônica    fatores AP2    Universidade de South Florida    Michael White   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.