Geral
publicado em 23/04/2013 às 10h10:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A pílula de maconha proporciona maior alívio da dor do que quando uma pessoa fuma a droga. É o que revela estudo de pesquisadores da Universidade de Columbia em Nova York, nos EUA.

A pesquisa mostra que o alívio da dor com o comprimido pode durar mais tempo e não causa as sensações do fumo da droga.

O estudo foi publicado na revista Neuropsychopharmacology.

A pílula, conhecida como Dronabinol, contém o ingrediente ativo da maconha, tetrahidrocanabinol (THC), e já foi aprovada para o tratamento de pacientes de quimioterapia e AIDS com náuseas e vômitos.

"Estudos recentes têm demonstrado o potencial terapêutico dos canabinoides para tratar a dor, mas nenhum comparou a eficácia analgésica da maconha fumada com o tetrahidrocanabinol administrado por via oral", afirmam os autores.

O estudo envolveu 30 participantes (15 do sexo masculino e 15 do sexo feminino) que eram fumantes de maconha. Os pesquisadores, liderados por Ziva Cooper e Margaret Haney, compararam a resposta à dor diária dos participantes.

Os voluntários fumaram maconha, ou tomaram Dronabinol oral ou um placebo. Em seguida, participaram de um experimento chamado de "cold pressor test", onde a mão é imersa em um banho de água muito frio (4 graus celsius) por até dois minutos.

O tempo que os participantes levaram para relatar a dor (sensibilidade à dor) e remover a mão da água (tolerância à dor) foi documentado.

Os resultados mostraram que, em comparação com o placebo, maconha e Dronabinol diminuíram as avaliações subjetivas de dor; reduziram a sensibilidade à dor e aumentaram a tolerância à dor.

Os especialistas constataram que a droga Dronabinol proporcionou um efeito mais duradouro na sensibilidade à dor e foi menos susceptível aos resultados associados ao uso abusivo da droga, em relação à maconha fumada.

Os autores apontam que o relatório apenas observou pessoas que já haviam fumado maconha em uma base diária. Portanto, os efeitos do Dronabinol em não fumantes ainda não são conhecidos.

Embora mais pesquisa seja necessária, eles afirmam que os resultados mostram o potencial para usos médicos da pílula THC.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Maconha    Pílula de maconha    Dor crônica    Universidade de Columbia    Ziva Cooper   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Maconha    pílula de maconha    dor crônica    Universidade de Columbia    Ziva Cooper   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.