Geral
publicado em 09/04/2013 às 15h12:00
   Dê o seu voto:

Os testes foram realizados no Centro de Tecnologia de Embalagem do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Unicamp

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Antonio Scarpinetti - Ascom - Unicamp
Foto: Antonio Scarpinetti - Ascom - Unicamp
Embalagens analisadas: é grande o risco de o chumbo migrar para o iogurte Paulo Henrique Massaharu Kiyataka, autor da pesquisa
  « Anterior
Próxima »  
Embalagens analisadas: é grande o risco de o chumbo migrar para o iogurte
Paulo Henrique Massaharu Kiyataka, autor da pesquisa

Durante análises feitas em embalagens plásticas de 900 ml de iogurte de três marcas diferentes comercializadas em supermercados de Campinas foi detectada alta concentração de chumbo nas tampas dos frascos. Os testes foram realizados pelo engenheiro de alimentos Paulo Henrique Massaharu Kiyataka, no Centro de Tecnologia de Embalagem do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Universidade Estadual de Campinas( Unicamp).

Na avaliação do pesquisador, essas tampas não poderiam ser utilizadas. " Apesar de o contato entre a tampa e o alimento ser mínimo, não há como negar o risco de ocorrer a migração do chumbo para o iogurte, principalmente no manuseio. Um exemplo é o transporte deitado do produto ou estocado de ponta cabeça" , alerta.

Ele fez os testes em potes de sorvete de dois litros, e em embalagens de bebidas lácteas de 200 ml e 900 ml para verificar a presença de chumbo, cádmio, mercúrio e arsênio. Uma segunda etapa do trabalho foi verificar a migração dos elementos para os alimentos armazenados nas embalagens estudadas, de iogurte e sorvete, e a migração utilizando um simulante, solução de ácido acético 3%, conforme estabelecido pela da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Nos testes com alimentos e com o simulante, não se observou a migração, exceto nas tampas de frascos de 900 ml de iogurte, que apresentaram uma migração de chumbo que representa aproximadamente 0,01% do teor total de chumbo presente nas tampas avaliadas, índice superior ao limite estabelecido pela Anvisa.

Ele lembra que o uso de embalagens de polímero para contato com alimentos tem crescido muito nos últimos anos. O consumo de produtos industrializados é o motivo deste aumento, e os contaminantes inorgânicos, tais como os elementos analisados, cujas maiores fontes são aditivos, podem fazer parte da embalagem e migrar para o alimento.

Para o autor do estudo, a presença de tampas com alto teor de chumbo é uma falha verificada na indústria de embalagens, na indústria de alimentos e no órgão fiscalizador, demonstrando que o processo de fabricação precisa ser mais bem controlado.

Em sua opinião, é preciso estabelecer limites máximos de contaminantes inorgânicos em embalagens, semelhantes aos existentes nos Estados Unidos e na Europa.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Chumbo em tampa de iogurte    Instituto de Tecnologia de Alimentos    Ital    Universidade Estadual de Campinas    Unicamp   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.